Meu último minuto

Tento respirar. Estou sem fôlego. Eu simplesmente não consigo. Minhas pernas não se movem. Parece que perdi o controle delas.Sinto- me fraca e inválida.Não posso me render, não faz parte da minha natureza., nunca fez. Passei por tudo, cheguei até aqui e agora sei que não posso desistir. Sinto a dor tentando me dominar, querendo me abater de todas as formas. Estou caída no chão. Todas as partes do meu corpo doem. Partes que eu nem sabia que existiam. Elas parecem dilaceradas, em carne viva. Olho em volta a procura de ajuda. Em busca de alguém. Faço mais força enquanto tento buscar algum equilíbrio. Preciso levantar, preciso tentar correr. Sei que sou melhor que isso, sei que posso lidar com tudo. É o que eu tenho que dizer pra mim todo o dia, todo o tempo. Não fazia ideia  de onde estava, nem muito menos que dia era. Tudo aconteceu tão rápido que nem percebi quando tudo se apagou. Quando os meus olhos se fecharam, achei que tudo estava perdido. Que eu tinha fracassado.Que tudo tinha sido em vão.  Não sabia se tinha conseguido realmente salvar você. Achei que jamais te veria denovo. Continuo me remexendo, enquanto me remexo tentando fazer com que as minhas pernas se movam.



 Elas reagem ao meu instinto e eu consigo me encostar na parede. Minhas roupas estão rasgadas e minha cabeça dói. Passo a mão pelo rosto e sinto  um cheiro estranho. Olho para as minhas mãos, elas estão manchadas com sangue. Olho pra elas desesperadas, não consigo achar você. Não consigo saber se o seu sangue estava em minhas mãos. Parecia estar em uma outra dimensão. As luzes estavam ofuscando meus olhos. Sinto meus pulmões se encherem de ar puro pela primeira vez. Faço mais força contra parede, enquanto tento levantar. Não reconheço nada, mas também não me sentia perdida. Fiz meu último sacrifício, fiz aquilo que tinha que ser feito. Não importava o que ia acontecer, qual ia ser meu destino. Esperava que ao menos estivesse a salvo. Um flashe do seu sorriso passou pela minha mente. Eu sorri, enquanto as lágrimas caíam sem permissão pelo meu rosto. Consegui ficar de pé, e olhar pra frente. Não consegui definir para onde exatamente estava olhando, então tudo pareceu tremer. E você apareceu pra mim.Ali, em pé, brilhante como a lua, forte e totalmente encantador. Voce sorriu pra mim e meu coração se incendiou. Minha perna ainda doía  e as dores ainda latejavam , mas não conseguia mais senti-las. Tinha que ser uma loucura, ou eu apenas estava vendo coisas. Voce chegou perto de mim e beijou minha testa. Eu fechei os olhos e todas as lágrimas vieram juntas, de uma vez só. E olhando pra mim, sorrindo beijou levemente meus lábios, enquanto me abraçava. Podia ser o fim, podia ser o começo de algo. Nunca soube. Era meu último suspiro, meu último minuto, mas o melhor de todas as horas da minha vida.
Comentários
4 Comentários

4 comentários:

  1. Oi flor, amei seu blog! Estou seguindo, segue de volta?
    Queria muito que você fosse minha leitora!
    http://giovanna-umpoucodetudo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi gii..nossa é muito bom ouvir elogios e fico muito feliz quando alguém comenta que gostou do que eu escrevo. Pode deixar sim que eu sigo de volta e continue comentando! Beijao enorme

    ResponderExcluir
  3. Amei seu cantinho e a maneira que se expressa Parabéns,seguindo,retribui?obrigada
    http://www.simonebastos2007.com/

    ResponderExcluir
  4. Oi simony...muito obrigada...fico muito feliz de saber que estão gostando..pode deixar que eu sigo com certeza um beijo enorme. E continue me acompanhando.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Voando Sozinha | Cybelle Santos © Todos os direitos reservados.