Encarando o medo

Ai, que medo!Achou essa frase familiar? Pois é, ela é bem comum. Fiquei pensando em quantas vezes já disse isso. Inúmeras vezes.E aposto que muita gente também. Muitas vezes esse medo aparece somente com uma sensação de frio na barriga, coração acelerado, suor excessivo, mãos úmidas. É inevitável. Tudo que é novo, desconhecido e que não sabemos como lidar causa medo. Alguns medos se justificam, e até fazem bem de vez em quando. É com o medo que você se obriga a dar o seu melhor. Mas eu sempre fui meio implicante com essa história de medo, porque ao mesmo tempo que ele te protege, ele também te paralisa se você deixar. Já ouvi muitas pessoas deixarem de tentar fazer coisas por medo, e ai que está o grande problema. No meu caso, sempre preferi encarar o medo.
É óbvio, que eu tenho sim meus medos, mas nunca deixei que eles me fizessem refém. Por que mais que você fuja, uma hora os caminhos vão se fechar, e você terá que encarar aquilo que te apavora. Parece fácil quando alguém está falando, mas eu sei que na prática é muito mais complicado.É muito mais fácil, muito mais aconchegante se encolher na sua conchinha protetora e deixar as coisas como estão do que arriscar. Arriscar sempre dá medo. Mas é essa sensação que nos faz desistir de nossos sonhos, que nos faz nos perguntar se vai valer a pena. No meio do medo de nos perder acabamos nem tentando. Simplesmente nos conformando de que não dará certo, de que não que não é pra ser, de que está tudo bem do jeito que está.

 Sempre desconfiei muito do medo, e ele sempre merece ser olhado com desconfiança. Se ele te fizer recuar, te fizer querer desistir do que quer, fique atenta. É claro, que sempre temos que ouvir nossos instintos, e isso inclui muito nossos medos, porém saber administrá-los e não deixar que eles nos façam perder oportunidades maravilhosas é o que podemos fazer. Se arriscar por bobeira, é burrice. Mas se jogar nas sensações da vida, e em tudo aquilo que você gosta em busca de algum sonho ou meta compensa qualquer maluquice que você faça. Tente superar. Vai parecer muito mais fácil quando começar a praticar, quando começar a exercitar a força que tem dentro de você mesma. 

Quando a gente encara, todo aquela sensação angustiante e apreensiva se transforma, você muda , cresce e depois não entende como foi ter medo daquilo. É sempre isso. Superação. Por isso, por mais que tenha medo sempre procuro encarar as coisas, por mais que queira fugir, por que por pior que seja o resultado, vou saber que tentei, e como foi, e nunca ficar imaginando com medo, como seria se eu não tivesse tentado. Ainda tenho muitos medos para serem superados, e sei que se superá-los surgirão outros e assim será por toda minha vida. Mas tenho esperança de que terei força suficiente para superá-los e vencê-los antes que eles me abatam. Qual é o seu medo? Não, importa. Apenas reflita, encare e se não for nesse momento, mas que seja outro supere. Você vai ver o bem que faz pra alma largar nossos medos, e pro nosso coração também .
Comentários
5 Comentários

5 comentários:

  1. Super com cordo com vc! Temos que encarar o medo! E olhha vc já fez o necessario para o diário da blogueira viu? Depois te mando um email com as perguntinhas!
    Beijinhos♥
    http://www.momentosassim.com

    ResponderExcluir
  2. Obrigadaa ellen..aguardo seu email então..um beijo enorme! :)

    ResponderExcluir
  3. Oi seu blog ta muito lindo...e os seus textos também estão ótimos.Obrigada por seguir.
    Parabens,Beijosss

    ResponderExcluir
  4. ola tudo bem ? to seguindo me segue de volta bjbj

    http://meniniacuriosa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Voando Sozinha | Cybelle Santos © Todos os direitos reservados.