Meu coração decidiu

Eu ainda estou contando os dias sabe? Desde que te disse que deveríamos ficar separados. Mesmo sabendo que aquilo era o melhor pra mim, meu coração se encheu de esperanças esperando que você viesse até mim e dissesse que somos melhores juntos. Que queria estar comigo. A resposta não veio e eu acho que no fundo ainda continuo esperando que algo aconteça. Que você se toque que cometeu erro e venha me pedir perdão. Lembro de você todos os dias, e isso é uma tortura. Não quero pensar na possibilidade de você não estar nem ao menos sentindo minha falta. Não consigo pensar que nada tenha sido verdade. Pego o celular a todo minuto sem motivo algum, olho pra sua foto e relembro todos os momentos contigo. Todas as palavras ditas.

Você tem me visitado muito nos meus sonhos, e isso dói viu? Ainda lembro do seu rosto, do seu toque, do seu beijo e do seu abraço. Ainda lembro de você tocando violão pra mim na cama, enquanto me olhava de um modo que eu não posso descrever agora. Não sou forte o suficiente pra te dizer que já te esqueci. Eu demorei pra me dar conta de que estava apaixonada por você. E quando percebi esse sentimento já tinha me afetado por inteiro. Sinto sua falta todos os dias. Sei que você nunca vai saber, mas um dia desses passei na frente da sua casa e fiquei observando. Encostei em uma parede, respirei fundo e chorei ali na rua mesmo. Tudo mundo fala que tem que seguir em frente e eu estou tentando sabe? Mas tudo parece diferente sem você, tudo não tem muita graça. Minha vontade é ir correndo até você, te beijar e não falar mais nada. Minha vontade é te perguntar o que eu fiz de errado. Queria saber se tudo foi uma mentira, se algo foi verdadeiro. Não consigo mais raciocinar entre o que é verdade ou mentira. 


Toda vez que fecho os olhos vejo seu rosto. Toda vez que passo pelos lugares que estivemos você parece me assombrar. Não sei quantas vezes me peguei chorando. Não é pra ficar com pena sabe? É que não é só amor que machuca, paixão também. E cara, como eu gostava de você. Não gostava de alguém assim há tanto tempo. Sua voz, seu cheiro e você me chamando de "sorriso" são impossíveis de esquecer, não dá pra esquecer. Sinto falta da sua voz, do modo que passava a mão no meu rosto e do modo como adorava quando eu sorria. É sim paixão e eu sei que ela tem que passar. Sei que vai passar. Eu teria me contentado em ser sua amiga, talvez sofreria em silêncio? Só sei que o que mais me chateia é saber que eu não valho nem uma tentativa. Que tudo que dissemos um para o outro não significou o que as palavras disseram. 

Olho pra sua foto todos os dias, e me convenço de que você nunca mereceu meu carinho. Lembro dos momentos bons mas também dos momentos em que você me tratou como se eu fosse dispensável. Sei que mesmo ainda sentindo a mágoa não tenho raiva de você. Não consigo te odiar mesmo que eu talvez deva. Se eu soubesse que aquele seria nosso último abraço, teria ficado mais alguns segundos junto de você. Teria tentado eternizar mais. Desculpa, mas não dá pra controlar o coração. Eu seria tudo que você me pedisse pra ser, porque te fazer feliz me fazia feliz. Agora eu sou só eu e mesmo doendo saiba que eu te odeio, mesmo não odiando mas querendo odiar por você me fazer não conseguir te esquecer, por ter alcançado meu coração. Estou aqui no mesmo lugar, no fundo desejando seu abraço. Tive milhões de motivos pra te deixar mas fiquei aqui todas as vezes. O coração decidiu, ele quis o que quis e nem se importou. Agora eu sofro as consequências.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Voando Sozinha | Cybelle Santos © Todos os direitos reservados.