O que você tirou de mim

Todos dizem quando olham para essas fotos minhas que meu sorriso é a coisa mais bonita em mim. Mal, eles sabem que por trás desse sorriso, há alguém tão machucada. Acho que por isso eu consiga sorrir tão bem.Para disfarçar tudo que está tão entalado aqui dentro. Que me sufoca até o topo. Nem as palavras conseguem mais aliviar isso.Estou cansada de viver os mesmos dias. De olhar ao meu redor e ver as mesmas coisas. De sentir meus olhos encherem de água e sentir vontade de chorar. De sentir um vazio dentro do meu peito todas as noites. Eu sento em algum lugar, abaixo a cabeça. O que será que acontece comigo? O que estou fazendo de tão errado?

  Meus olhos ainda tem o delineador que eu passei de tarde para tentar cobrir tudo que eu venho sentindo. Sinto as lágrimas correrem e vou ao espelho me olhar. Vejo as lágrimas borrarem o delineador, e elas caírem pretas sobre o meu rosto. Estou tão cansada disso. Eu tento respirar mas tudo que eu quero é jogar tudo pra fora. Eu cansei de cair. Cansei de curar as feridas. De dizer pro meu coração que tudo vai ficar bem. A verdade é que não sei se realmente vai. E isso me apavora. Me apavora de um modo assustador. Mas eu sei que tenho que mentir pra dar alguma esperança pra mim, nem que ela seja falsa. Eu preciso crer em alguma coisa. Sinto todos os dias, como se estivesse me escondendo atrás de uma máscara, uma máscara que esconde toda minha dor, todos os meus medos, toda essa droga de vazio que me agonia a cada dia mais. Certas coisas só me distraem por um tempo, certas coisas só me fazem rir por um tempo. Porque você levou tudo de mim? Porque fez isso comigo?
 Se estou chorando agora, no momento que escrevo essas palavras não é somente por todas as coisas que tem acontecido, mas sim, porque em algum universo bem bizarro e paralelo eu ainda não tenha superado você. Eu ainda não tenha te esquecido, e pode ser que lá no fundo desse coração cheio de curativos que você tanto machucou ainda tenha restado um pouco de amor. Aquele amor tão grande que me fez ser inteiramente sua.E  eu choro por ser estúpida o bastante por aceitar que talvez eu ainda te ame. Não há motivos para eu ainda te amar. Eu deveria te odiar. Por tudo que você me fez passar. Por tudo que tirou de mim, e por ter me feito ser quem eu sou hoje. Hoje, eu tenho medo, sinto as feridas dentro de mim e um vazio enorme dentro do peito. Hoje, eu olho para todos os lados desejando encontrar alguém mas talvez eu só esteja procurando alguém que um dia você foi pra mim. Eu não consegui amar ninguém depois de você.

 Será que eu vim com um daqueles defeitos de fábrica? Mas é um daqueles que insiste no mesmo erro? De sempre acreditar, de ser praticamente surrada e ainda assim continuar tendo esperança. De sempre dar e nunca receber? Eu apanhei tanto que chega a doer. Mas e dai? Eu finjo eu ser corajosa, empino o peito, faço uma expressão bem brava e vou adiante, mesmo sabendo que vou apanhar de novo. Eu choro, e sou surrada novamente. Eu sinto dentro de mim, que as cicatrizes se abrem, e eu as sinto sangrar quando lembro de você, quando lembro de tudo que me entristece, quando me sinto sozinha. Está decepcionado? Bom, é disso que eu sou feita. De decepções, de dores, de sorrisos falsos, de vazio e inocência. De amor puro e carinho. Eu sei que não posso ficar nessa. Que não posso ficar no chão. A vida exige isso de mim. Senão passar por cima.Eu tenho que levantar,eu tenho que enxugar essa lágrimas. E seguir em frente. Eu tenho feito isso. Só quero que tudo isso acabe. Que tudo isso mude. Enquanto isso eu vou mantendo o que tem de bom aqui dentro de mim. Sei que isso vale a pena.


 Algumas coisas sei que tenho que tirar fora elas não me fazem bem. Sei que em algum momento eu terei que te perdoar pra ficar em paz. Talvez eu nunca deixe realmente de te amar. Eu vou escutando que deveria ser mais dura, que deveria não me deixar abater tão fácil. Eu posso continuar apanhando mas sempre vou esperar o melhor das pessoas. É meu defeito ou minha qualidade. Eu só quero que mesmo com o rosto cheio de lágrimas, olheiras nos olhos, sorrisos falsos e um coração machucado, espero que algum dia alguém olhe pra mim e veja que por dentro, ou através dessas palavras tem uma menina que não quer virar mulher, com um coração frágil e sensível, que bate com dificuldade que ainda quer ser feliz e amar de verdade outra vez. Sem medo, sem querer correr, sem vazios, sem lágrimas.
Comentários
2 Comentários

2 comentários:

  1. Não consegui entender se esse desabafo é um conto? ou vc esta sentindo-se assim querida?
    Espero que seja um conto pois só de ler me veio lágrimas nos olhos com um relato tão triste. Vou orar para que Deus na sua infinita misericórdia conforte seu coração pq Ele pode todas as coisas, e se precisar conversar, esta aqui meu email ritinha_25@hotmail.com, pois a amizade pode ser verdadeira pq só o que nos separa é uma tela. Bjs

    http://angelimcosmeticos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amore foi um desabafo na hora q escrevi mas to bem graças a deus to bem obrigada pela preocupação viu?
      beijo enormeee

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Voando Sozinha | Cybelle Santos © Todos os direitos reservados.