Filme: CORRA!


Filme: CORRA!
Título Original: Get Out!
Lançamento: 18 de maio de 2017
Duração: 1 hora e 44 minutos
Gênero: Suspense
Distribuidora: Universal Pictures
Nota: 5 de 5 ( Excelente)

 Pense em um filme que você assistiu aleatoriamente e ficou quase todo o tempo de boca aberta? Pensou? Então, CORRA! é exatamente esse o caso. Apesar de já ter visto alguns trailers de divulgação e lido algumas críticas de início não fiquei muito interessada na história do filme, mas resolvi arriscar e me rendi. O resultado? Muitas palmas no final para esse filme. Espetacular. CORRA! é caracterizado como gênero terror/suspense, mas vai muito além disso. O mistério fica ali durante quase todo o filme, em que ganchos são apresentados para que eles possam puxar outras coisas e se encaixarem no final de uma forma bem surpreendente. 

Pela sinopse você praticamente não dá nada pelo longa, mas acredite em mim não se deixe levar por isso. Chris é um jovem negro que namora uma garota super bonita e branca. Os dois viajam para conhece a família dela e o que era pra ser uma viagem tranquila acaba se tornando uma bizarra experiência.  No começo, o jovem acha que o comportamento excessivo e estranho da família da namorada é tentar aceitar que ela namora um jovem negro, só que as coisas começam a ficar ainda mais estranhas. A mãe de sua namorada é psiquiatra e hipnóloga que se oferece para fazer esse procedimento com ele com intuito que ele pare de fumar. A hipnose funciona, mas as coisas ficam ainda mais sombrias. Algumas pessoas agem bizarramente estranho com ele por ser negro e o comportamento delas é duvidoso. Quando Chris percebe mais algumas coisas e vai juntando as peças ele tenta fugir dali o mais rápido possível, porém não vai ser tão fácil assim. 

O filme é um thriller/suspense surpreendentemente eficiente já que o roteiro corre de uma forma muito bem desenvolvida, tem os elementos certos e é muito bem explorado. Com doses de humor sarcástico, o filme se foca no suspense mas também critica de uma forma bem intensa o racismo e o preconceito das pessoas. Certos comentários e situações feitos pelos personagens dentro do enredo são muito bem colocados e mostram o que ainda muitas pessoas não enxergam: como uma pessoa de cor diferente ainda  incomoda em certas situações. O jeito com que isso é explorado dentro do mistério que o filme propõe é outro ponto super positivo dentro do mesmo. Outro ponto interessante do mesmo é que o filme te prende desde os primeiros minutos, e conforme a história vai se desenrolando você simplesmente não consegue e nem quer desgrudar os olhos da tela pois caso contrário pode perder alguma coisa interessante. 



A bizarrice de algumas cenas de suspense é tão grande que você fica aflita em muitas cenas e se perguntando " Que merda está acontecendo nesse filme?" e no final tem um grande reviravolta que te faz pensar " Meu Deus o que está acontecendo"? e esse pensamento vai te acompanhando até o final do mesmo. Eu literalmente fiquei de boca aberta durante muitos momentos do filme, principalmente quando as peças começaram a se encaixar e o real propósito de tudo foi revelado. Lá nos EUA esse filme foi um tremendo sucesso de bilheteria já que lá a luta contra o racismo ainda é mais intensa do que aqui no Brasil. A inteligência de usar os esteriótipos de racismo e preconceito em um filme de suspense combinando com o gênero do filme.

O filme surpreendeu por arrecadar muito mais do que custou para ser produzido e não era uma grande aposta quando foi lançado. Agora o filme chega aos cinemas nessa semana e quer impactar as pessoas em um nível quase igual nos EUA. Uma coisa é certa, você não vai conseguir assistir esse filme sem se surpreender com alguma coisa, imaginar várias coisas diferentes e então ficar de boca aberta assim como eu fiquei em momentos tensos do filme. É um filme excelente em seu gênero que te eletriza e impacta ao mesmo tempo. Um dos poucos filmes do gênero que me surpreendeu e inovou na forma de conduzir o mesmo, com seu desenvolvimento e é claro com o roteiro muito bem escrito e trabalhado. Se você curte mistérios, suspense e filmes similares VOCÊ SIMPLESMENTE TEM QUE ASSISTIR ESSE FILME! EXCEPCIONAL!







Chris (Daniel Kaluuya) é jovem negro que está prestes a conhecer a família de sua namorada caucasiana Rose (Allison Williams). A princípio, ele acredita que o comportamento excessivamente amoroso por parte da família dela é uma tentativa de lidar com o relacionamento de Rose com um rapaz negro, mas, com o tempo, Chris percebe que a família esconde algo muito mais perturbador.



0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Voando Sozinha | Cybelle Santos © Todos os direitos reservados.