Resenha de Livro: A Fera


Livro : A Fera
Título Original: The Beastly
Série: Crônicas de Kendra #1
Autora: Alex Flinn
Ano: 2011
Páginas : 320
Editora: Record
Observação: Livro que inspirou o filme de mesmo nome com Alex Pettyfer e Vanessa Hudgens
Nota: 4 de 5

Sempre que fico sabendo que um filme é baseado em um livro, ou que o filme em questão foi inspirado por um livro fico ansiosa para ler o mesmo e saber como a história foi adaptada. Então, há algum tempinho já queria ler esse livro. O filme que foi estrela pela Vanessa e pelo Alex e que eu já indiquei aqui no blog não fez muito sucesso porém eu particularmente adorei. É bom vocês ficarem sabendo que apesar de o filme ter se inspirado no livro, com certeza tem muitas diferenças notáveis na história durante a leitura. Com o próprio nome já diz e já faz referência, A fera é uma releitura do clássico conto de fadas " A bela e a Fera" nos tempos atuais. Todos sabemos a história original dos conto de fadas que amamos pela mensagem que passa, mas esse livro não fica pra trás.  A história gira em torno de Kyle, um adolescente bonito e rico filho de um âncora de TV. Mimado, convencido se achando superior a todo mundo na escola que estuda, Kyle despreza praticamente todos a sua volta e se firma com a imagem de que beleza e riqueza são tudo nessa vida. A coisa toda começa quando Kyle convida uma das meninas mais estranhas da escola para o baile e quando chega lá acaba pregando uma peça na menina e humilhando-a. O que ele não esperava é que garota chamada Kendra na verdade, fosse uma bruxa. Sim, uma bruxa de verdade.


 Seguindo o clássico a bruxa amaldiçoa Kyle jogando um feitiço nele que definitivamente o transforma em uma fera. Peluda, com garras, pelos e uma cara horrenda. Diferente do filme, em que o personagem apenas fica deformado e com cicatrizes estranhas no rosto. Para quebrar o feitiço o jovem precisa encontrar o amor verdadeiro em dois anos ou permanecerá assim pra sempre. Depois de tentar vários métodos para reverter o feitiço, o garoto percebe que não há nada a se fazer a não ser seguir o que bruxa disse. Então seu pai o tranca em uma casa para que não seja visto por ninguém com sua empregada e um tutor cego que lhe dá aulas de literatura. O tempo passa e quando tudo parece não favorecer a situação dele, a jovem Lindy surge com uma pequena esperança para seu coração e para se tornar normal novamente. Sem soltar muito mais do livro e de como a autora desenvolveu a releitura, A Fera é um livro bem interessante  que soube sintetizar o conto original mantendo os elementos necessários e modificando-os ao mesmo tempo de uma forma coerente. Há muitos aspectos diferentes do livro, assim como as salas de bate-papo em que A Fera entra para desabafar com outros personagens clássicos. Alem de ter desenvolvido personagens adoráveis que agradam ao leitor e lembram os do conto original, a autora conseguiu escrever uma releitura com romance e ensinamentos preciosos durante o desenrolamento das ações. Kyle, passa por uma transformaçao relevante e intensa que mostra valores que ele não ligava e nem dava importância. 

No começo, você pode chegar até a ficar com raiva do personagem porém conforme a história vai avançando você vai compreendendo melhor. Lindy, ah Lindy ela é tão amável quanto a Bela e para o filme acredito que terem escolhido a fofa Vanessa Hudgens pro papel foi a escolha perfeita. Fascinada por livros, maltratada pelo pai que bebe muito e se droga a garota cativa por sua inocência e por seu lado feliz e diferente de olhar para as situações e as coisas. Quando os dois interagem você só consegue prestar atenção. Para finalizar, digo que esse livro me surpreendeu bastante porque no começo achei uma leitura até que meio bobinha, mas que depois foi se mostrando linda. Um livro super leve, com uma história linda que já conhecemos adaptada para os tempos modernos.  Narrativa bem desenvolvida que consegue ser lida em poucas horas. Se você curte o conto da Bela e a Fera com certeza deve ler esse livro. Lembrando que o filme e o livro são bem diferentes mas acabei gostando dos dois. Um romance fofo bem adaptado e interessante. Recomendo




Eu sou uma fera.
Uma fera. Não exatamente um lobo, ou um urso, um gorila ou um cão, mas uma terrível criatura que anda em duas patas uma criatura com dentes e garras e pelos surgindo de cada poro de minha pele. Sou um monstro.
Você acha que estou falando de contos de fada? De jeito nenhum. O lugar é Nova York. O momento é agora. Não sofro de uma deformidade ou uma doença. E vou ficar dessa forma para sempre destruído , a não ser que possa quebrar o feitiço.
Sim, o feitiço, aquele que a bruxa da minha aula de inglês lançou sobre mim. Por que ela me transformou em uma besta que se esconde durante o dia e rasteja à noite? Vou lhe contar. Vou lhe contar como eu costumava ser Kyle Kingsbury, o cara que você gostaria de ser, com dinheiro, beleza e uma vida perfeita. E aí vou contar como me tornei... a fera.
Alex Flinn adora contos de fada e fez suas duas filhas aguentarem dezenas de versões de A Bela e a Fera enquanto escrevia este livro... E aí perguntou a elas como uma fera agiria para encontrar uma garota em Nova York. É autora de outros cinco livros, vencedores de vários prêmios norte-americanos. Ela mora em Miami.




"Algo que meu pai tinha me ensinado desde cedo, e com frequência, era a agir como se nada me afetasse. Quando se é especial, como nós, as pessoas devem notá-lo."
“O relógio parou de bater. Kendra tocou meu ombro e me virou para que eu me olhasse no espelho acima de minha escrivaninha. - Kyle Kigsbury, observe. Eu me virei e fiquei de queixo caído com o que meus olhos viram. - O que você fez comigo? Quando eu disse isso, minha voz saiu diferente. Era um rugido. Ela acenou com uma chuva de faíscas. - Transformei você no seu verdadeiro eu. Eu tinha virado um monstro.”


0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Voando Sozinha | Cybelle Santos © Todos os direitos reservados.