Explique ao meu coração

Ela: Acho que eu mereço ao menos uma explicação.
Ele: Não há nada para se explicar. Apenas não deu certo.
Ela: Apenas não deu certo? É tudo que tem a me dizer? Podíamos tentar resolver o que quer que fosse. Podíamos ao menos tentar. O que fiz de errado?
Ele: Você não fez nada errado. 
Ela: O que é então?
Ele: Sou eu. Não posso te dar o que quer.
Ela: Sério? Aquele típica frase " O problema não é você, sou eu"?
Ele: Eu sei que é típico. Mas é a verdade.
Ela: Não, não é. É só uma desculpa. 
Ele: Você merece mais que posso oferecer. Não sei se posso te dar o que você precisa.
Ela: Você é ridículo.
Ele: Não diz isso.
Ela: Sério? Não sabe? Você ao menos tentou ? Você ao menos conversou comigo ou me deu uma explicação? Você virou as costas e se afastou com desculpas enquanto eu fiquei tentando entender o que tinha acontecido. 
Ele: Você só não vê agora. Mas entenderá
Ela: Para de ser o Sr Racional. Para com isso.
Ele: Eu quero tudo, menos te magoar. Menos isso.
Ela: Tarde demais.
Ele: Eu sinto muito por isso.
Ela: Não sente o suficiente. Palavras são só palavras quando não são demonstradas. Sou só uma pessoa que vai passar pela sua vida.



Ele: Você não é qualquer pessoa.
Ela: Não sou nada diferente de ninguém.
Ele: Você é. Você é especial. De uma maneira que eu não posso explicar mas você é.
Ela: Especial em qual sentido?
Ele: No seu próprio jeito. Em tudo.
Ela: Por que diz essas coisas se não são verdadeiras?
Ele: Porque elas são.
Ela: Mas não são demonstradas.
Ele: Na hora certa você verá. Você reconhecerá em si mesma o quanto é especial.
Ela: Eu poderia te dizer pra ficar longe, mas não sei se se posso ficar longe de você. Meu coração estará aqui por você.

Silêncio por alguns segundos. Olho para a tela esperando por uma resposta, meu coração bate alto e meus olhos lacrimejam. Ele não ia dizer nada?

Ele: Amo você. Você é incrível.

Amar? A mim? O que? Releio essa frase várias vezes.

Ela: Me ama? Amar de amar ou amar de gostar muito?
Ele: Eu não sei, vou ter que descobrir. Mas amo você e não te quero longe.
Ela: Não sei se vou conseguir ficar desse jeito.
Ele: Só siga seu coração.

Ai é que estava a dúvida, eu deveria seguir meu coração ou minha razão? Não digo mais nada, porque não sei mais o que dizer. Deixo uma lágrima cair. Fecho os olhos e seu rosto preenche muito enquanto segura o meu selando meus lábios com um beijo. Sinto saudade, aperto no peito. Não sei o que fazer. Realmente, não sei. Na prática, não é tão simples.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Voando Sozinha | Cybelle Santos © Todos os direitos reservados.