O que você não sabia (Era simples)

Tem uma hora que a gente cansa de tentar. Simples assim. Como começar de novo quando você já viu tantas vezes o fim? Eu vivo rodeada de coisas que me dizem como devo agir pra ser feliz, o que não devo fazer, truques, jeitos e no final nada realmente dá certo.Estou segurando as lágrimas nesse momento porque cansa chorar. Cansa sentir vazio e dor. Cansa sofrer, cansa começar de novo. Estou em uma fase da minha vida em que não sei pra onde estou indo, que não sei mais o que fazer.  Não quero mais me encher de esperanças e acabar chorando no meio da noite. Não quero mais me sentir insegura a ponto de surtar a qualquer indício de sofrimento. Eu quero ser feliz. Venho sobrevivendo dos poucos momentos agradáveis que tenho. Sorrio de vez em quando ou só para as fotos. Nem sei dizer se o sorriso é mais verdadeiro ou não. Minha respiração está falhando, e poucas coisas me dão motivo para continuar tentando a respirar. Não dá pra virar e contar pra alguém, porque ninguém realmente entende até passar ou sentir o mesmo. Não quero a pena de ninguém, não quero mais tentar respirar para aliviar o meu coração. As palavras ditas ao longo do tempo já levaram um pouco de cada vez do que sou. Estou na escuridão e não consigo ver uma luz no fim do túnel mesmo que alguns momentos deem certo porque no final tudo volta a ser como era antes. Eu acreditei em você depois de tanta dor e sofrimento. Eu deixei a esperança tomar conta de mim e não me importei em medir esforços pra te mostrar que eu queria estar com você. Suas palavras ficaram ao vento, suas ações não condiziam com o que o cara que eu falava todo dia. 



O que você não sabe é que tudo era muito simples. Eu precisava de proteção, precisava sentir segurança. Eu só queria um porto seguro para não me descontrolar. Não queria me importar tanto com uma pessoa, não queria ser do jeito que sou. A que sempre se importa mais, a que sempre luta pela pessoa e a compreende até o fim. O que você não sabia é que simplesmente bastava segurar minha mão. Bastava dizer um monte de besteiras idiotas quando eu me sentisse insegura, mostrar que você se importava comigo.  De verdade, sem mentiras e sem complicações. Me trazer um buque de flores ou urso grande idiota. Sim, eu gosto dessas idiotices e eu queria que você tivesse feito elas pra mim.  O que você não sabia é que bastava me abraçar e oferecer seu ombro pra mim chorar. Eu só precisava que você estivesse aqui comigo e me disesse que tudo vai ficar bem. Era simples pra me manter aqui. 

Ainda estou lembrando de todas as coisas que poderíamos ter feito juntos. De todos os momentos que poderíamos estar vivendo. Estou em batalha diária para tentar afastar o que sinto por você do meu coração. Você complicou o que era simples. Eu te disse tudo, você tinha tudo na mão para que isso funcionasse. Ao contrário do que dizem por ai, isso não é drama. Isso não é algum tipo de encenação ou exagero. Isso é só o que estou sentindo. Eu queria a verdade, eu queria que você não tivesse tentado não me magoar. Eu queria que você tivesse tentado me manter do seu lado, mas você só me afastou cada vez mais de você. Quando eu me dei conta e tentei lutar você já estava longe. Não podia fazer mais nada. Não podia tentar resolver as coisas. Eu tentei, tentei de tantas formas enxergar uma esperança entre nós. No seu abraço, no momento que sua mão estava sobre a minha e no momento que você me beijava.  Não sei porque sou tão emotiva, não dá pra ficar assim desse jeito. Tenho que ter auto-controle, mas como fazer isso com tanto medo? Ainda não posso esquecer que você me disse que eu te assustei. Eu só estava tentando te deixar perto de mim. Eu não queria te deixar ir, eu queria poder resolver as coisas. Ainda não acredito que você me deixou aqui, sem explicação, sem razão e sem nenhum motivo racional. Simplesmente virou as costas quando eu já estava sobre seu domínio e disse pra si mesmo que tentou de tudo e não deu certo. Eu teria abrido mão, eu teria me esforçado pra ser o que você precisava, pra você sentir que era certo eu estar do seu lado. Estou com o fone de ouvido, ouvindo músicas tristes e derrubando lágrimas que não deveriam ser derrubadas. Estou sentindo a sua falta e não posso evitar olhar para o lado esperando qualquer sinal seu. Era essa agonia que eu não queria sentir de novo. Era isso que eu tentei evitar. 

Não posso acreditar que não vi o cara que me convenceu a dar mais uma chance. A prova do meu carinho está no quanto estou magoada agora. Durante meses eu tive minhas dúvidas, negando cada tristeza e lágrima, tentando fingir que estava tudo bem por você. Eu queria que você tivesse me magoado antes, queria que você agisse mais. Tão indisponivel, tão cheio de coisas que são tão mais importantes do que eu que oferecia meu porto seguro a você. Pode dizer que sou descontrolada, mas eu sou assim. O que você não sabe é o que eu sinto aqui dentro e como as coisas me afetam. Você me disse para não me deixar afetar tanto, que eu não tinha motivo pra estar assim agora. Mas agora em mais uma noite que derrubo lágrimas no travesseiro tudo que sinto é mágoa e saudade. Não te obriguei a ficar comigo, só queria que você tivesse tentado. Então me diz algo que torne ainda mais fácil te odiar. Eu preciso esquecer. Esse pode ser um dos textos mais longos que eu já tenha escrito. Não é drama. Não é pra causar pena. Não é encenação. É a prova do que estou sentindo transformada em palavras. É simples. É o que você não sabia. E agora sabe.


PARA G.N

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Voando Sozinha | Cybelle Santos © Todos os direitos reservados.