Indicação de Filme: A Bruxa


Filme: A Bruxa
Título Original: The Witch
Lançamento: Março de 2016
Gênero: Terror
Duração: 1 hora e 33 minutos
Nota: 3 de 5

Que falatório foi esse filme. A especulação foi tanta que eu fiquei super curiosa pra saber do que se tratava e do que abordava realmente esse filme. Com comentários excelentes, o filme tinha tudo pra ganhar minhas 5 estrelas e entrar na lista de assustadores. Mas não foi isso que aconteceu. Infelizmente, A Bruxa me deu raros sustos e todo o desenvolvimento ficou morno enquanto as cenas passavam. Nada que assustasse, nada macabro, nada a ponto de me fazer ficar com medo. Eu fiquei assistindo e pensando" O que? Não vi nada demais" e terminei o filme pensando desse jeito. Me desapontei e muito com esse filme principalmente por toda a especulação, propaganda e comentários. Confesso que tive que assisti-lo duas vezes pra entender e pegar a ideia do filme. Não é nada do que eu esperava. Não que eu esperasse cadaveres e cliches comuns dos outros filme do gênero mas esperava algo diferente e não foi o que aconteceu. Talvez o que salvou o filme, foi um pouco do meio pro final. O filme se passa na década de 1630 onde um casal mora em uma vila com seus 5 filhos e são expulsos por terem diferentes ideias sobre religião. Quando encontram um novo lugar pra morar é ai que as coisas começam a acontecer. Eles acabam morando em lugar isolado, perto da floresta e com escassez de comida. 

O ponto de partida é o sumiço de um dos filhos, o bebe recém nascido que estava sobre os cuidados da irmã mais velha Thomasin. Acreditando que há coisas malignas na floresta, e ainda se culpando pelo desaparecimento do bebê o casal tenta continuar a vida. Thomasin obviamente é muito maltratada pela mãe e as vezes defendida pelo pai. Quando coisas mais estranhas como o irmão se perder na floresta e enlouquecer diante da família por conta de uma mentira Thomasin é acusada de ser uma bruxa. Seria ela uma bruxa? Seria obra de outra criatura? Enquanto os fatos do filme se desenrolam as coisas vão se descobrindo e acabam em um desfecho até que interessante. Apesar de não ter atendido as minhas expectativas entendo a originalidade do filme que resolveu explorar um outro lado do terror, tirando as coisas mais agressivas e fortes que outros filme normalmente colocam na história. O final é até que surpreendente e a atuação do elenco devo dizer é impressionante. Apesar de não ter gostado tanto desse filme acreditava que o mesmo podia ser melhor do que foi apresentado. Ainda recomendo esse filme para os fãs ávidos de terror. 







Nova Inglaterra, década de 1630. O casal William e Katherine leva uma vida cristã com suas cinco crianças em uma comunidade extremamente religiosa, até serem expulsos do local por sua fé diferente daquela permitida pelas autoridades. A família passa a morar num local isolado, à beira do bosque, sofrendo com a escassez de comida. Um dia, o bebê recém-nascido desaparece. Teria sido devorado por um lobo? Sequestrado por uma bruxa? Enquanto buscam respostas à pergunta, cada membro da família seus piores medos e seu lado mais condenável.



0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Voando Sozinha | Cybelle Santos © Todos os direitos reservados.