#Diálogos Imaginários :Não sei o que quero

Ele: Fazendo agora?
Ela: Você mandou a mensagem pra pessoa certa?
Ele: Claro que sim.
Ela: Então é algum tipo de brincadeira?
Ele: Não. Só quero saber o que está fazendo.
Ela: Por que quer saber?
Ele: Puxando assunto.
Ela: Puxando assunto? Quando eu falo com você, você raramente responde ou ignora. Quando eu quis conversar com alguém ou sendo mais clara "você" não havia ninguém pra ouvir.
Ele: Como vai a vida?
Ela: Qual o seu problema? Até parece que você se importa com isso
Ele: Estou tentando dialogar
Ela: Já que você não dialoga quando falo contigo, não preciso que fale nada agora. 
Ele: Se você se desarmar, será mais feliz.
Ela: O que quer dizer com isso?
Ele: Ser menos agressiva, ficar na defensiva
Ela: Você acha que eu sou assim com todo mundo?
Ele: Você não é assim, você está assim.
Ela: Você não vê nenhuma razão para que eu esteja agressiva com você?
Ele: Com razão talvez, mas não te levará a lugar nenhum
Ela: Por que não te afeta em nada?
Ele: Porque afeta você.
Ela: Sua sugestão é esquecer tudo que houve, tudo que me magoou e eu finja que nada aconteceu?
Ele: Não. Só estou pedindo pra ceder um pouco. É o primeiro passo.
Ela: Primeiro passo pra que?
Ele: Pra tentarmos algo de novo.
Ela: E quem te disse que eu quero tentar algo de novo?
Ele: Você estaria falando comigo se não quisesse?
Ela: Não acho que seja o primeiro passo se você não compreende.
Ele: Tentarei compreender se você sair da defensiva
Ela: Tentará? Você vai tentar? Todos os bolos, desculpas, ligações e mensagens ignoradas, essa brincadeira estúpida de brincar comigo como se eu tivesse a sua disposição. É pra mim supostamente esquecer tudo?
Ele: É melhor tentar do que conviver com a dúvida.


Ela: Quantas vezes eu já tentei mesmo? Eu quis conversar e você não. Quer que fique correndo atrás de você?
Ele: Não. Só quero conhecer o seu lado mais interessante.
Ela: Te dei todas as chances pra isso.
Ele: Eu sei. Erro meu. Não soube lidar com isso. Não sabia como lidar contigo sem te machucar ou iludir.
Ela: Acabou que você machucou.
Ele: Eu sei e quero tentar algo.
Ela: Então é só amizade e nada mais?
Ele: Não sei.
Ela: Você não pode só me dizer isso. 
Ele: Eu sei que você precisa de mais.
Ela: Como assim?
Ele: Mais do que uma amizade.
Ela: Você me disse uma vez que não quer nada além de amizade.
Ele: Mas você precisa e talvez eu esteja disposto a tentar.
Ela: Por que agora? Depois de todo esse tempo, depois de eu ter tentado tanto?
Ele: Porque só agora eu percebi, o quanto você é especial. E que sairei perdendo e muito se deixar sair da minha vida.
Ela: Não parece você falando.
Ele: Mas sou eu. Só resta saber o que você quer. 
Ela: Ai é que está. Eu não sei o que quero. 
Ele: Acho que sabe, está falando comigo.
Ela: Não é tão simples.
Ele: Por qual motivo?
Ela: Porque meu coração não quer sentir mais dor.
Ele: Nunca pretendi causar isso.
Ela: As pessoas nunca pretendem e cá estou eu, doída.
Ele: Sinto muito.
Ela: Eu também, mas pelo meu coração.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Voando Sozinha | Cybelle Santos © Todos os direitos reservados.