Resenha de Livro: Encontre-me



Livro: Encontre-me
Título Original: Find Me
Autora: Romily Bernard
Ano: 2014
Editora: Globo Livros
Páginas: 304
Nota: 3 de 5

Não tinha ouvido falar nesse livro até fechar parceria com a Michele do blog Lost Girly Girl no qual sou colaboradora literária. Não sou acostumada a ler livros do gênero suspense, crime ou thriller. Não porque seja ruim ou eu não goste, simplesmente porque os que tem não me chamaram atenção. O único livro que li deste gênero é Identidade Roubada que tem resenha por aqui e realmente é um livro FORTE e super INTENSO.  Quando li a sinopse de Encontre-me esperei um livro de acelerar o coração e uma história muito boa no estilo de devorar as páginas. Encontre-me ficou na média. Não é bom nem ruim.  Um dos pontos positivos é que os capítulos são curtos e a linguagem adotada pela autora é bem fácil, então você consegue ler as páginas até que bem rápido.  A história gira em torno de uma adolescente chamada Wick Tate. Orfá de mãe e filha de um violente traficante ela e sua irmã Lily já foram adotadas por várias vezes e estão com novos pais adotivos agora. Apesar de viver bem com esses pais, Wick é desconfiada e nem neles confia.  Ela mantém um trabalho secreto de hacker em que ela é muito boa, e faz serviços externos para pessoas que querem respostas sobre alguém. Coisa que aprendeu enquanto convivia com seu pai. Sua vida dá uma reviravolta quando uma amiga de infancia com quem Wick nem fala mais morre por suícidio. Apesar de não ser amiga de Tessa há um tempo e nem falar com ela, Wick fica bastante abalada e as coisas pioram quando o diário da menina aparece na frente de sua casa com um misterioso Post It " Encontre-me". Depois disso, Wick se vê com dúvidas e escolhas a sua frente para revelar coisas por trás do suicídio da amiga. Ela precisa descobrir quem está por trás do bilhete e desvendar as revelações do diário de Tessa lidando com o medo de seu pai voltar, um detetive da polícia desconfiado dela e o medo que se encontra nela. Porém, ao se envolver no caso, Wick acaba descobrindo que sua vida e de sua irmã podem estar ao risco. O que ela fará para proteger a irmã e ela quando não pode confiar em ninguém? Bom, sem mais spoiler vou dizer que tem muita coisa ai pra personagem.  Ela é uma personagem desconfiada, vive o tempo todo com medo e sente que só ela pode proteger a si mesma e a irmã.

 Gostei dela, senti todas as suas desconfianças e os acontecimentos de sua vida. Esperava mais da história, vou apenas dizer que algumas coisas foram meio que previsíveis e isso me frustrou porque esperava aquela sensação de querer saber o que ia acontecer. Apesar disso, o livro é um daqueles que você não consegue largar, porque tem que virar mais e mais páginas para saber o que vai acontecer. Lily, a irmã de Wick é uma fofura. Achei tão fofa que fiquei com vontade de cuidar dela e a achei bastante esperta para sua idade. Esperava uma história mais intensa mas gostei do desenvolvimento que foi dado para o livro. O livro foi desenvolvido de uma maneira fácil, gostosa e leve. Os acontecimentos não são tão intensos como achei que seriam mas gostei do desenrolar que a história tomou. Apesar de o mistério criado em volta do enredo foi um pouco fácil de descobrir assim como a pessoa responsável. Eu gostei da história e gostei do que foi abordado no livro só esperava mais alguns detalhes para tirar alguns fôlegos. Gostei da experiencia de ler mais um livro de suspense, policial e thriller. Pra quem não sabe esse é o primeiro livro de uma trilogia e quero ler até o fim para saber o que acontece com a personagem e como as situações são desenroladas. Vale a pena ler, mas se você gosta de algo mais intenso não leia com altas expectativas. Recomendado. Um livro bom e que gruda os olhos nas páginas.



"Mas não falo com Tessa Waye desde o sexto ano, e tenho sérias dúvidas de que ela esteja tentando uma reaproximação. Isso não faz sentido. Não sei por que viro outra página, mas faço isso e lá está – um post-it amarelo colado sobre um dia qualquer de quarta-feira. Ele diz: encontre-me." 

"Você é inútil para mim agora, sabe disso? - Seus lábios deslizam em um sorriso secreto, como se tudo fosse alguma piada engraçada. Mas não é. E é por isso que sei que estou com problemas. Pois o que você faz com seus brinquedos quando já não os quer? Você os joga fora."

" Wick, o certo é pensar que os policiais são bons.

Claro que são, penso eu. E os pais estão lá quando precisamos deles, os professores d preocupam com você e algum dia seu príncipe encantado vai chegar. Mas Lily conhece todas essas mentiras, então não falo nada. À meia-luz, minha irmã está tremendo. Mais um pouco e ela se estilhaça.
- Ah sim, geralmente são.

Mas esse não é. As palavras não ditas balançam entre nós, suspensas como luzes estroboscópicas."




Encontre-me - Um clima de suspense crescente, narrado sob o ponto de vista de uma heroína com a cara do século 21: a descolada adolescente Wick Tate. Órfã de mãe, e filha de um violento criminoso, a garota só confia em seu aguçado instinto de sobrevivência quando se trata de cuidar de si mesma e da irmãzinha, Lilly. Não confia em ninguém – nem mesmo nos pais adotivos com quem ela e Lilly temporariamente vivem num confortável lar de classe média alta próximo à cidade de Atlanta. Por isso mesmo, tenta se garantir mantendo uma secreta e rentável "atividade extracurricular". Faz investigações on-line sob encomenda para mulheres que suspeitam da fidelidade dos parceiros. Wick é uma hacker de mão cheia.

O peculiar estilo de vida de Wick sofre uma reviravolta quando Tessa Waye, uma antiga amiga de escola, é encontrada morta e o diário dela acaba nas mãos de Wick. Em meio às páginas, uma enigmática mensagem: "Encontre-me". Aos poucos, Wick involuntariamente é enredada numa rede de mistério que se transforma num desafio pessoal, quando se descobre que Tessa foi assassinada – e que Lilly pode ser a próxima vítima. Para chegar à identidade do assassino, Wick terá de contar com todo seu talento em programação de computadores, além da ajuda constante do vizinho, com quem tem uma certa tensão sexual, Griff.

Com um enredo que mantém o leitor agarrado ao livro da primeira à última página, Encontre-me é o livro de estreia de Romily Bernard e o primeiro da trilogia homônima, "Encontre-Me". 


Fotos do Blog Pausa para uma Café 
Comentários
1 Comentários

1 comentários:

  1. já estou com vontade de ler.
    da uma passadinha no meu blog
    http://princesa-roqueira.blogspot.com.br/2016/07/onde-comprar-lixeiras.html

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Voando Sozinha | Cybelle Santos © Todos os direitos reservados.