Eu assisti: Alice através do Espelho


Filme: Alice através do Espelho
Título Original: Alice Through the Looking Glass
Gênero: Fantasia, Comédia, Aventura
Lançamento: Maio de 2016
Duração: 1 hora e 50 minutos
Nota: 5 de 5

Esse com certeza era um dos filmes mais esperados do ano. Eu estava ansiosa pra assistir e vir aqui contar pra vocês minha opinião sobre o mesmo. Diferente do primeiro filme que eu já sabia um pouco da história, fui assistir Alice através do espelho sem noção nenhuma do que aconteceria e com idéias apenas do trailer que foi liberado. O filme começa exatamente de onde terminou o primeiro, o que aconteceu depois que a mesma saiu em expedição em um navio pela companhia e recusou o pedido de casamento do Lorde. Quando ela finalmente retorna, as coisas não estão do mesmo jeito que eram quando ela saiu. Sua mãe vendeu sua casa e parte da companhia, e Alice se vê perdida agora que o lorde que ela dispensou está a frente da empresa. Então, inesperadamente ela vê uma borboleta familiar, é Absolém que precisa de sua ajuda para ajudar o Chapeleiro no País das Maravilhas. Levando ela até a entrada em um dos cômodos da casa do lorde, Alice vê um espelho em que consegue passar por ele. Assustada, mas ainda assim convencida de que aquela é sua chance ela atravessa o espelho e entra novamente no mundo das Maravilhas. 

O foco desse filme é totalmente diferente do primeiro, já que o personagem principal se torna o Chapeleiro além da Alice. Os outros meio que complementam a trama e adicionam algumas cenas ao filme. Chapeleiro está estranho e precisa de sua família que ele não vê faz tempo para melhorar. Alice promete descobrir o que aconteceu e ajudar a Rainha Branca e as criaturas das Maravilhas que contam com seu empenho para a melhora do chapeleiro. Dai pra frente tem muita ação, aventura e efeitos especiais que a Disney com certeza não deixou a desejar. Caprichou nas cenas que precisavam dos efeitos, na fotografia e na qualidade da imagem. Alice continua encantadora e corajosa ao meus olhos, disposta a se arriscar para ajudar os amigos que gosta. Chapeleiro é o chapeleiro né? O Johnny Depp dá vida a esse personagem de uma forma fantástica, então conhecemos um lado sombrio do mesmo e ao mesmo tempo louco e divertido. Sabemos mais sobre sua família, o passado e como era tudo antes. Inclusive sabemos porque as irmãs Rainha Branca e Vermelha se odeiam tanto e o motivo de seu grande cabeção. 

Tudo no filme gira em torno de uma coisa: O tempo. Que neste filme é uma pessoa com um relógio enorme dentro de si. Alice viaja para salvar a família do chapeleiro e mudar algumas coisas no passado, mas descobre que não se pode mudar o que já passou apenas aprender com o que fizemos. Além de ser uma aventura de fantasia maravilhosa, com um elenco incrível, efeitos especiais bem produzidos e personagens cativantes, o filme também te ensina uma grande lição: valorizar cada hora, minuto ou segundo do seu dia, da sua vida. Gostei de como tudo foi desenvolvido no filme, da colocação do tempo e de como mesmo quando desejamos muito alterar o passado, nada poderia mudar exatamente o que somos hoje. É um filme encantador, que me deixou feliz enquanto assistia e com várias sensações positivas. Com certeza se você assistiu o primeiro PRECISA assistir esse e se APAIXONAR ainda mais pelo país das maravilhas. Recomendo muito.






Alice (Mia Wasikowska) retorna após uma longa viagem pelo mundo, e reencontra a mãe. No casarão de uma grande festa, ela percebe a presença de um espelho mágico. A jovem atravessa o objeto e retorna ao País das Maravilhas, onde descobre que o Chapeleiro Maluco (Johnny Depp) corre risco de morte após fazer uma descoberta sobre seu passado. Para salvar o amigo, Alice deve conversar com o Tempo (Sacha Baron Cohen) para voltar às vésperas de um evento traumático e mudar o destino do Chapeleiro. Nesta aventura, também descobre um trauma que separou as irmãs Rainha Branca (Anne Hathaway) e Rainha Vermelha (Helena Bonham Carter).





0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Voando Sozinha | Cybelle Santos © Todos os direitos reservados.