Cada parte de mim

Eu me sinto distante a milhões de quilômetros. Estou distante de mim mesma e das pessoas que eu amo. Não é porque eu queira. Me obrigaram a ficar longe. Eu tive que arranjar um jeito de me proteger. Estou em  meio a várias estradas abertas, mas nenhuma delas me leva para casa. Estou me perdendo. Agora eu não sei bem, que eu sou realmente e quem eu vou ser daqui pra frente. Existe algo aqui que talvez eu não consiga ver? Eu só queria entender tudo isso. Eu sei que talvez eu nunca mais seja quem eu fui antes. Eu não me conheço tanto agora. Quem eu sou hoje está longe do que eu fui ontem. Sei só posso lembrar de como levaram certas coisas de mim e me transformaram. Me machucaram me fazendo crescer. Acreditando que no fim das contas o mundo não é tão cor de rosa. As pessoas nem sempre são sinceras e mentem para conseguir o que querem. Não vou lamentar. Isso ao contrário do que já me disseram nunca foi drama. A vida é dura, assim mesmo.Ela machuca mais a uns do que a outros. 


A pergunta que eu mais me faço .e se posso juntar todas as partes de mim e ser uma só? Vou tentarresolver as coisas, colocar meus pés no chão e devolver sanidade a minha mente. Não prometo que irei conseguir. Porque muita coisa mudou. Não por fora, mas sim por dentro. Meu coração não está novinho em folha e ainda sente os machucados que conseguiu durante todo esse tempo. Tenho medo de sentir tudo que eu senti de novo. Isso fica na minha cabeça todo o tempo. Eu não posso cair. Sei que tenho que me manter em pé. Coisas foram feitas, palavras foram ditas. Elas não param de me assombrar. Talvez sabendo qual é o meu ponto fraco. Eu tenho muito medo. Eu poderia escolher não perdoar. E perder minha inocência. Mas essa não sou eu. Quero enfrentar o destino dessas pessoas que vivem em mundinho próprio nem ao menos ligando para a opinião dos outros ou de como o uso de suas palavras soam como navalhas para as outras. 

Quem sou eu?Onde eu estou? Não importa muito. O que realmente conta é que eu sei o que tem aqui dentro. E do meu verdadeiro valor. Eu serei eu não importa o que aconteça. Eu sei que mesmo sendo difícil, eu acreditarei mesmo quando a escuridão bater na minha porta e tentar me dominar. Estou esperando o fogo dentro mim ascender e me levar para onde eu quero chegar. Só não quero esperar muito tempo para saber aonde eu deveria me encaixar. Porque parece que eu ainda não encontrei meu lugar nesse mundo. Eu queria estar onde meus sonhos dizem que eu estava. Nunca imaginei me sentir desse jeito. Nesse mundo louco e confuso. É difícil respirar esse ar, manter-se no chão, enxugar as lágrimas e fingir sorrir. Nunca se sabe o caminho a seguir.

 Talvez eu tropece e encontre. Sei que há demônios em minha cabeça e ao meu redor, me dizendo que não sou capaz , que devo desistir. Mas vou seguir essa linha em frente sem desviar, quero um novo começo. Ou quero descobrir um. Todas as partes de mim, cada uma que ficou pra trás, será que eu posso juntá-las e ser todas elas juntas? Sinto falta daquela garota de olhos brilhantes, coração intacto e sorriso sincero. A garota de hoje tem olhos ofusco, coração quebrado e um sorriso disfarçado. Será que posso ter aquelas partes de mim de volta?  
Comentários
2 Comentários

2 comentários:

  1. Nossa, você realmente escreve muito bem! Esse medo de se machucar novamente, de tentar de novo só nos faz encarar nossos próprios medo e aprender a crescer, e aprender, como você mesma disse, que o mundo não é cor de rosa.
    As vezes parece que perdemos um pedaço de nós , parece que nós nos perdemos em alguma decepção, mas as vezes sinto que talvez seja esse o caminho pra crescer .
    Muuito lindo seu texto! Beijoocas :*
    Agradeceria se pudesse fazer uma visita,

    http://meuuniversox.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa muito obrigada fico muito mais feliz qndo vejo um comentario desses beijoca volte sempre

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Voando Sozinha | Cybelle Santos © Todos os direitos reservados.