Desabafo Secreto

 Com as minhas costas para a porta, eu tento afanar os sons. Eu sei que não consigo. Hoje eles não me afetam tanto como antes. Mas ainda tenho medo. Ouço os gritos e barulhos estranhos. Sei que são as coisas que nesse momento estão voando por todos os lados, sendo jogadas. E eu penso quando isso vai acabar? Tudo que eu podia ouvir. Uma briga que ficou constante. Ainda não entendo o casamento deles. Ao que eles exatamente são presos. Não vejo mais olhares carinhosos. Ele não beija ela. Não sai com ela , nem a leva para passear. Não tem abraços, e muito menos trocas de afetos. E eu penso no que os realmente os prende.  Não posso presenciar mais as mesmas cenas. Parecem que elas só pioram. É um desabafo secreto. De alguém que quer que as coisas realmente se acertem. Eu coloco os fones de ouvido, mas nem eles são capazes de afastar a terrível sensação que paira sobre minha cabeça. De que eu poderia fazer alguma coisa. O que aconteceu no meio do caminho? Com pessoas que prometeram se amar para sempre?


Para ajudá-los. Para me ajudar. Para tentar fazê-los ver que esse não é o caminho. Mas acho que não há mais nada que se possa fazer. Não há mais amor. Não há mais carinho. Todo o peso e todas as pressões sugaram todo o sentimento que os uniu. De algum modo. E isso que me dá mais medo. Me tornar assim. Ter uma vida igual. Quero alguém que me abrace todo dia. Que me leve para jantar fora. Que me de presente. Que me diga coisas bobas e que me beije independente de quanto tempo passe. Ainda quero sentir o sentimento, as sensações, experimentar todas elas conforme o tempo for passando. Porque eu não quero perder nada. Não quero deixar de sentir nada nessa vida. Não quero deixar certas coisas passarem por mim e também não quero ficar presa a alguma coisa ou algum momento. 

Eu só quero ser eu. De uma forma totalmente feliz. Inovar a cada dia. Ter uma aventura diferente. Não quero uma vida monótona. Quero surpresas. Quero novidades. Quero ter tudo que eu puder ter. Quero realizar cada sonho. Não sozinha. Do lado da pessoa com a qual eu vou dividir todas as minhas coisas e toda a minha vida. Eu olho pra eles, e a única coisa que penso é: Será que eles não veem como estão se perdendo? Como estão perto mas tão distantes um do outro? E tudo que eu penso é " Não quero isso pra mim" Não quero.
Comentários
5 Comentários

5 comentários:

  1. Que legal, que você gosta da Havana..
    Vou querer ver seu post semana que vem então..

    _____

    Sempre com bons textos neah, Cyh?.. Gosteii!!
    beijinhos! Volte sempre!

    http://pamlepletier.blogspot.com.br/

    Também estamos no facebook agora, se curtir, curto de volta!
    https://www.facebook.com/BlogForeverYourself

    ResponderExcluir
  2. Que texto lindo! É tão triste que no mundo de hoje o amor esteja escapando da vida das pessoas...

    Beijo :*
    http://www.blogdaelis.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi, Cyh.
    Eu sei MUITO BEM o que é isso. Meus pais mantiveram uma relação assim e era bem desgastante. No começo eu me afastava, ficava no quarto, escrevia e ouvia música. Mas depois de um tempo comecei a partir pro ataque, defendendo algum lado. Acho que, por ter sido criada neste ambiente onde praticamente não havia amor, nunca tive a vontade de casar e constituir uma família. Sempre me pergunto por que as pessoas resolvem se casar, se, alguns anos depois, esse tipo de situação vai se prevalecer, afastando todo o amor que, um dia, disseram sentir. Acho que, quando alguém sente que algo está errado na relação, precisa correr atrás para consertar, ou então ser sincero e dizer que não quer mais estar junto - ao menos, a outra pessoa pode recomeçar outra vida ao lado de outra pessoa e não permanecer presa dentro de um casamento falido. Mas, infelizmente, todo mundo meio que se acomoda - vi isso no meu pai; ele tinha uma amante e nunca quis sair de casa, pois aqui minha mãe fazia tudo por ele - e não quer "perder" o que já tem, por pura possessividade.
    Um superbeijo pra você, flor!
    Love, Nina.
    http://omundocoloridodanina.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. amei o texto, realmente é muito lindo, e triste ne
    passa la flor http://femininaoficial.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Já estou te seguindo
    seu blog é maravilhoso, convido você e suas leitoras a conhecer meu blog
    http://toobege.blogspot.com.br/
    beijinhos

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Voando Sozinha | Cybelle Santos © Todos os direitos reservados.