Totalmente Improvável

Foi somente aquele dia. Me lembro dos seus olhos em mim. Você sorria. Com um sorriso grande e luminoso. Que me fez esquecer das coisas por breves segundos. Acho que nós conhecemos as melhores pessoas nas horas mais improváveis. Dentro daquele ônibus te conheci. De madrugada. No dia do meu aniversário. Quando eu nem imaginava conhecer ninguém. Só esperava chegar em casa. Lembro de ter entrado e visto um lugar vago no primeiro banco. Você estava em pé. O ônibus estava cheio. Só consigo lembrar de estar com a mente em outro lugar. Enquanto você sorria. E me observava. Porque senti seus olhos sobre mim. Olhei pra você e você sorriu. Durante um tempo fiquei quieta. Sempre fui tímida. Então você começou a conversar com dois garotos sobre alguma coisa que eu nem ao menos estava prestando atenção. Então você virou e me perguntou o que eu achava.Eu sorri achando tudo aquilo engraçado. Concordei e depois só vi você pegando minha mão e a beijando lentamente.Me dizendo seu nome e fazendo com que todos os pelos do meu braço se arrepiassem quando seus lábios encostaram na minha mão. Aquilo era improvável. Ainda estava pensando nele. Preocupada com ele.
Com outra pessoa. O que estava exatamente acontecendo?Não sei o que deu em mim, quando notei estava dizendo meu nome e conversando com você. Acabei soltando que  era meu aniversário. Você me beijou na testa e me deu parabéns. Seus amigos a mesma coisa. E depois quando eu menos esperei, iniciou um parabéns coletivo e bem alto, todas as pessoas acompanharam acho que sem nem saber quem era que estava fazendo aniversário. Enquanto as pessoas cantavam você se abaixou e me beijou na testa, me segurando com as duas mãos. Eu fiquei vermelha, acanhada e sem nenhuma ação. Nunca tinha acontecido aquilo. Na verdade eu nem sabia o que você tinha visto em mim. Eu estava com o cabelo preso. Meio suado da balada. Saia florida. Camisa regata preta. E o rosto com o que sobrou da maquiagem. Não estava atraente. Não estava bonita. O que será que você viu em mim? 

Depois dos parabéns só lembro de ver você se abaixando e me beijando. Assim do nada. Sem nem pedir permissão. E eu nem  hesitei, porque nem esperava. Senti seus lábios úmidos nos meus. Sua língua entrando na minha boca. Não pude retribuir do jeito que eu queria. Mas será que eu queria. Você era bonito. Engraçado. Simpático. Tinha iniciativa. O tipo certo de cara que me atrairia. Não pensei muito no que fazer. A situação não estava no meu controle. Alguns diálogos curtos a mais. Sobre coisas que eu nem me lembro. Lembro de você abrindo o celular e pegando  meu número. Lembro de você me mandando uma mensagem dentro do ônibus para que eu pegasse o seu número. Coisa que eu achei que não aconteceria. Você murmurou alguma coisa de que seu ponto estava chegando. Então como da outra vez você veio rapidamente, agarrou meu rosto e me beijou. E dessa vez eu fechei os olhos para sentir. Coisa de 1 minuto. Ou menos. Desejando feliz aniversário de novo você desceu, e eu fiquei ali sem nem ao menos entender. Colocando a mão sobre a boca e rindo sozinha. 

Minutos depois sinto meu celular vibrar era uma mensagem sua. Sorri ainda não acreditando. Troquei mensagens com você sobre o beijo inesperado. E você me disse que só dependeria de mim pra você me surpreender. Sorri sem nem ao menos saber o que aconteceria nos outros dias. Achando que aquilo acabaria ali. E então cheguei em casa, tentando lembrar de cada coisa, de cada detalhe do seu rosto , do seu beijo. O dia passou e no outro dia, meu celular vibra novamente. É você me desejando bom dia. Sorrio e me surpreendo. Você não me esqueceu. Penso em responder. Respondo. Por que não? Vamos ver o que acontece. Quem sabe o que pode acontecer?
Comentários
3 Comentários

3 comentários:

  1. Lindo o texto ;D
    http://manguitarosa.blogspot.com.br/
    beijoos

    ResponderExcluir
  2. Ai texto fofo de novo!!! Cara perfeito!!! E uau que vergonha ser beijada por um desconhecido em um ônibus!!!
    Vai ter continuação???

    Desculpa pela demora, eu nem tenho atualizado o meu blog por falta de tempo... farei o possível para continuar sem aqui.
    E o seu blog está lindo agora, vc que fez o layout?
    Beijos
    sogarotasteen.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. AHH, CYHHHHHHHHH!
    AMEEEEEI ESSE TEXTO! MUITO FOFO E VERDADEIRO!
    Acho mesmo que as coisas acontecem quando menos esperamos! Quando não temos nenhuma expectativa, quando tudo está esquisito ou quando não há esperança. Esse texto ficou explícito que esse tipo de coisa acontece. Por quantas situações passamos sem estarmos com a melhor roupa, ou com a melhor cara, não? Acontece. O acaso nos leva a todas elas, e isso é o mais legal de se viver, porque você não sabe o que vai acontecer.
    Um superbeijo pra você!
    Love, Nina.
    http://omundocoloridodanina.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Voando Sozinha | Cybelle Santos © Todos os direitos reservados.