Chega.Já deu. Deu pra entender?

Estou recolhendo os cacos do meu coração. Pode demorar um pouco já que ele foi espatifado. Enquanto tento reconstrui-lo deixe-me dizer uma coisa. Estou me despedindo da garota boba e ingênua que fez tudo para que o "NÓS" funcionasse. Chega. Já deu. É suficiente. Surge um momento em que a gente para de fazer papel de trouxa. Acho que chegou o meu momento. Estou colocando um sorriso no rosto enquanto ando por ai, porque vamos ser sincera, não quero pena de ninguém. Não quero que sintam dó de mim. Não preciso disso. Porém, quando chego no meu quarto tudo que eu quero é chorar todas as lágrimas possíveis para que essa sensação passe. Isso te deixaria orgulhoso? Com aquele tipo de pensamento que te colocará um sorriso na cara enquanto pensa" Ela está chorando por mim". Se for isso, aplausos. Parabéns você conseguiu essa.
Fiz tanta coisa por você que agora estou me agarrando ao travesseiro e me achando estúpida demais por gostar de alguém como você. Mas chega. Preciso de uma trégua entende? Preciso respirar sem que nada me perturbe aqui dentro. Preciso sentir tranquilidade. Preciso acalmar meu coração. Não paro pra pensar no depois. Só fico revivendo o que vivemos como se alguém tivesse passando o mesmo filme repetidamente. Como uma tortura maligna. Me entreguei, dei tudo que podia oferecer. Me apaixonei, gostei e envolvi. Não tem nada de errado nisso. Odeio sentir isso. Odeio gostar de você e sentir sua falta. Odeio fingir um sorriso e chorar quando estou sozinha. Odeio esse sofrimento. E já que estou falando de tudo talvez eu tenha me envolvido demais. Talvez você não merecesse um por cento do que ofereci pra ti. Fiquei confusa enquanto você me envolvia e prendia com palavras ilusórias. Um tipo de jogo em que só meu coração sairia prejudicado. É como amarelinha. Só que em vez de pisar nos números, você pisava em meu coração cada vez mais forte conforme avançava. Essas pisadas deixaram marcas que eu não sei quanto tempo vão levar pra cicatrizar. 

Estou tentando cuidar dos ferimentos enquanto vou repetindo pra mim mesma que posso superar isso. Odeio despedidas e odeio tudo isso mas quero te deixar pra trás com todas as coisas que passaram. Passado é passado e não dá pra ficar presa nele sem que isso cause angústia. Não vou me forçar a superar isso em tempo recorde, mas sei que o tempo estará ao meu lado para aliviar tudo isso. Não quero mais assistir nossa história. Não quero mais reviver esses momentos. Quero a tranquilidade. Quero respirar tranquilamente e fechar os olhos sem que suas lembranças me atormentem. Acho que só quero sorrir de verdade sem ter que mentir dessa vez. Só quero a euforia. A felicidade. Só quero estar com o coração batendo normalmente dentro do peito de novo.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Voando Sozinha | Cybelle Santos © Todos os direitos reservados.