Além dos meus olhos

Eu quase posso ver. E quase posso tocar essas coisas estão tão perto de mim e ao mesmo tempo tão longe. Há tantos sonhos dentro de mim. Que todos eles querem sair e se tornar realidade. Estou dividida em duas. Uma parte de mim diz que eu posso ser capaz de conseguir o que quero. Mas há uma outra voz que me diz que eu nunca vou alcançá-los.

Cada passo que estou dando, cada movimento feito. Tudo parece perdido, e estou indo sem direção. Minha fé esta abalada, e minha coragem diminuindo. Eu continuo repetindo pra mim mesma que posso continuar tentando. Tenho que manter minha cabeça erguida. Sempre haverá outro obstáculo e eu vou querer contorná-lo todas as vezes. Se houver uma montanha, eu vou quer movê-lá. Será uma batalha difícil, e sei que nem sempre vou ganhar.


As vezes se tem que perder. Estas não são palavras que marcam o quão rápido eu cheguei lá. Não é sobre o que está me esperando do outro lado, no final desse caminho. É sobre todo o caminho que eu venho traçando. Sobre tudo que eu tive que deixar pra trás e desistir para poder chegar  até aqui. Para poder permanecer firme, mesmo caindo diversas vezes. Mesmo criando machucados no joelho, nos cotovelos, e no coração. As lutas que eu estou enfrentando podem me derrubar.

Mas as oportunidades virão. E a força me dará o que é preciso para levantar. Eu não estou caindo, posso tomar o controle disso. Estes são os momentos que eu mais vou me lembrar. Tenho que continuar e ser forte. A fraqueza e o medo podem me fazer ficar parada no mesmo lugar. Quero que meus pés me levem até onde puderem. Continuo empurrando, continuo passando por cima dessas pedras. Continuo em movimento, continuo caminhando. No meu ritmo sei que posso chegar lá e depois ter a certeza de que valeu a pena. Isso faz parte de tudo que temos que fazer para alcançarmos aquilo que realmente queremos. Sinto a chuva cair e molhar meu rosto. Ela alaga o chão a minha frente e isso não me intimida. Eu posso pegar todas essas coisas e jogá-las por trás de mim.

Elas não me farão mudar de ideia. Não irão fazer com que todos esse sonhos saiam de dentro de mim e não se tornem a minha realidade. É um caminho a seguir, um caminho a ser trilhado. Eu sempre quis mais do que meus olhos podem ver. E agora eu posso ir atrás disso, não importam as dificuldades. Posso cair algumas vezes, mas tenho certeza de que sempre vou tentar me levantar, até chegar o  momento até lá.
Comentários
4 Comentários

4 comentários:

  1. Nossa, que texto lindo, você escreve muito bem!
    Temos que ser fortes e enfrentar tudo que vier.
    Beijos
    http://maniasdaisa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Apesar do gif da Miley, seu texto me lembra muito a tradução de "The Climb", que é basicamente isso. E eu acredito que se nós acreditarmos e não deixarmos as coisas do mundo nos abalarem, nós vamos alcançar nossos sonhos. :D

    Beijinhos,
    Nina
    www.storytimestoryteller.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Antes de mais nada, Parabéns pelo texto. Muito obrigada chuchu por dividir comigo uma parte de você. Uma parte cheia de dúvidas insegurança, uma parte que está além dos seus olhos. As vezes nos sentimentos assim, como se não fossemos nos levar nada. Mas no final de tudo, sempre vamos levar alguma coisa.
    http://enfim-dezessete.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Lindo texto!!!!

    bJs, Fê. www.meuclosetmeujardim.com.br

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Voando Sozinha | Cybelle Santos © Todos os direitos reservados.