Deixe o telefone tocar

Todo este tempo eu estive aqui. Desperdiçando meu tempo. Esperando que você viesse.Mas você nunca apareceu. Nunca voltou. Como pude estar tão errada? Eu acho que sei a resposta. Acho que sabia a resposta há muito tempo e tentei diversas e de maneiras diferentes negar. Eu esperava estar errada. Você errava e eu ignorava. Quando você acertava ganhava meu carinho de volta. E eu perdia todos os motivos que tinha achando que você não era o melhor para mim. Eu não sabia o quanto era difícil ouvir " sei como se sente" como agora. Porque acredite, eu realmente sei o verdadeiro significado dessa frase. Porque dói em lugares que nem sabíamos que existia em nosso corpo. E ai não importa quantos presentes, cortes de cabelo roupas e bebidas você consiga, nada irá mudar o fato ou apagar as lembranças que vem a tona toda noite. Quando deitar se relembrará de cada lembrança, se perguntando o que aconteceu, o que fez de errado ou por que essas coisas acontecem com você?
E como pensar que por um breve momento foi feliz? E ainda ter aquela mínima esperança de ele parecer na porta? Eu estive dando chances o tempo todo, estive deixando as portas sempre abertas para quando você resolvesse que queria voltar. Mas tudo que você fez foi me deixar pra baixo. E depois de todo esse tempo, eu acabei descobrindo. Você está achando que vamos ficar bem de novo, mas não dessa vez. Não, eu cansei de ser a segunda opção. De ser o refúgio que você sempre sabe que estará ali quando quiser segurança. De certa forma eu me sentia feliz. Agora, eu ouço o telefone tocar. Diferentemente dos outros dias eu não corro pra atender nem ao menos fica ao lado esperando ansiosamente sua ligação. Pode ligar quantas vezes quiser, que eu não atender. Essa foi a minha última falha. Não quero me machucar mais. Agora vai. Diga que sente muito. Diga tudo que quiser dizer. Diga todas aquelas coisas que você sabe que me derretem por dentro. Elas já não soam mais como uma melodia pro meus olhos. Eu acreditava antes. Eu me rendia antes. Sem nem ao menos tentar resistir Você soou como um verdadeiro príncipe. Tão inocente, tão cheio de si, e com olhos brilhantes. Eu acreditaria em você se não te conhecesse agora. 

Eu teria te amado a vida toda, teria ficado ao seu lado. Em todos os momentos, em todas as situações, para sempre e sempre. Por que eu sempre fui assim. Boba do meu jeito. Chorona. Dramática e um pouquinho louca. Mas você ofereceu o calor e me deixou esperando  no frio. Sozinha, tremendo e morrendo de medo. Quando tudo que eu mais queria era um abraço seu. Você é cheio de segredos, cheio de coisas que não pode me contar. Quer saber? Estou cansada de ser a última a saber. E agora você está me pedindo pra escutar, por que isso funcionou todas as vezes. Você me teve todas as vezes, apaixonada, eu não teria ido. Eu teria ficado. Sempre. Você costumava brilhar tão forte. Mas agora essa luz já me ofusca. Então recolha suas coisas. Junte seu orgulho e suas ilusões baratas. Abra a porta e não volte mais. Nem sequer olhe pra trás. Eu não olharei. Pode mandar mensagens. Pode ligar. Eu deixarei o telefone tocar. E não se pergunte o que aconteceu. Por que isso tudo foi que causou. E agora depois de tudo, estou finalmente livre para seguir adiante. Para quem sabe ter algo melhor.
Comentários
2 Comentários

2 comentários:

  1. Texto lindo flor!!!
    Muito bom mesmo... Estou seguindo você no twitter
    Beijo sogarotasteen.blogspot.com

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Voando Sozinha | Cybelle Santos © Todos os direitos reservados.