Só mais uma vez

Não sei como aconteceu. Só aconteceu. E aqui estou eu novamente. Quantas vezes já escrevi essas palavras pensando em você? Perdi as contas. Era pra ser só mais uma página virada. Um rostinho na minha página de amigos estranhos. E então quando foi que tudo começou exatamente a mudar? Por que ainda não consigo decidir o que é esse sentimento por você? Tem horas que eu te odeio, e me odeio também por te odiar. Mas o que odeio mais é não conseguir te odiar pelo tempo que eu queria. Como você me faz esquecer tudo e ficar perdida. Cada dia que não falo com você é como se o dia perdesse a graça. Não é a mesma coisa. Queria ter esperanças de que pra você poderia ser a mesma coisa.

Mas sei que não posso me iludir. Me precavi tanto pra não me envolver, que acabei me envolvendo sem nem ao menos perceber. E agora? Estou aqu sem nem ao menos conseguir encontrar uma solução. Queria tanto que essas coisas fossem diferentes. Eu ainda continuo a mesma boba. A mesma idiota de sempre. Apesar de jurar pra mim mesma que serei diferente. Que aprendi com tudo que passei. Vivo repetindo que sou forte. Sim , eu posso lidar com isso Será que eu posso mesmo? Tem dias que eu acordo decidida a te deixar longe, a te afastar da minha mente e do meu coração. Mas ai as coisas mudam. Meu celular vibra com uma mensagem sua. Você me chama ou deixa uma mensagem. E todas as minhas decisões são esquecidas. Deixo pra amanhã pra fazer isso. É só mais um dia. É isso que eu penso comigo mesma. São mais palavras sobre você. E elas não param de vir na minha mente. Queria saber definir o que é esse sentimento. É uma causa perdida. Desde o início eu soube. Mas porque ainda insisto nisso?  

Então você chega perto de mim. Não resisto. Seu beijo. Seu cheiro. Seus olhos. Tudo me convence. Tudo faz com que o mundo gire mais lentamente. Que tudo derreta ao meu redor. Como que isso aconteceu? Não paro de fazer essa pergunta pra mim mesma. E não consigo encontrar as respostas. Vi seu celular. Com todas aquelas mensagens pra tantas garotas diferentes. Naquele momento percebi o que estava acontecendo. Mas não..não podia ser. Eu tinha prometido. Prometido ficar tranquila comigo mesma. Pensei que teria coragem em te dizer que queria a ser única em sua vida. Que queria que todas elas sumissem. Que morri de ódio e de ciúme. mas sabia que não podia. As possibilidades eram tão mínimas. Era paixão? Não, não podia. São só mais algumas palavras de você. Não posso estar apaixonada. Só não sei exatamente o que é isso. Queria entender como tudo isso aconteceu. Queria poder ter tido a chance de evitar. Os dias parecem iguais. As horas passam lentamente. As cores só aparecem quando você me chama. Estou sendo rídicula. Isso é culpa minha. Fui me apaixonar por aquilo que eu não posso ter.
Comentários
1 Comentários

1 comentários:

  1. Olá amiga vim conhecer seu cantinho e adorei .Já estou te seguindo,Venha ser minha seguidora também.Bjus!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Voando Sozinha | Cybelle Santos © Todos os direitos reservados.