13 Reasons Why: Temporada 2 Vale a pena?



A única coisa que eu tinha certeza depois de acabar de assistir a 2 temporada de 13 reasons why é que eu tinha que vir aqui contar pra vocês o que achei. Apesar de não ter falado da 1 ( em breve vocês vão ver por aqui uma comparação do livro com a primeira temporada) essa temporada em questão tocou meu emocional, então vamos lá falar de tudo que senti. Acredito que todo mundo saiba do que se trata a série da Netflix adaptada de um livro, se você não sabe recomendo que não leia texto, ou se ainda não viu e eventualmente ainda quer ver.  Vamos direto ao enredo porque acredito que todos devam saber sobre o que era. Nesta 2 temporada já sabiamos por cima o que ela iria diretamente abordar. As consequencias dos atos das pessoas que levaram Hannah a se suicidar, o julgamento por parte dos pais dela e é claro o que aconteceria com Bryce que a estuprou e mais algumas garotas. 

Pois bem, apesar de termos algumas ideias sobre o que rolaria nesta segunda temporada, muitas especulações foram criadas, alguns acharam que Hannah voltaria viva e que ela apenas teria fingido sua morte( coisa que eu nunca acreditei) outros especulavam sobre outras coisas e procuravam pistas nos episódios ou nos trailers. O fato é que essa temporada me agradou e me decepcionou em vários pontos. Ela não deixa de ser emocional. Não deixa de ser explícita e até em alguns momentos chocante, mas ela é complicada ao mesmo tempo. Deixe-me explicar pra vocês. Ela tem altos baixos, acertos e erros muito grandes. Desta vez não temos o foco da Hannah contando a história, os motivos que a levaram a fazer aquilo, os atos das pessoas. Temos as consequências disso e o que os produtores da série fariam com isso na segunda temporada. Para aqueles que não viram essa temporada e se perguntam se a Hannah voltou, bom, a resposta é não. Ela não voltou. Como ela é inserida na série? Ai vocês vão ter que bem descobrir. 
O fato é que agora o foco durante os episódios é mostrar alguns fatos interligados a primeira temporada, momentos que a Hannah descreveu nas fitas do seu modo, e acrescentando mais algumas coisas com relação a seu relacionamento com as pessoas. Cada episodio se foca em um dos personagens citados como razão falando sobre a Hannah e descrevendo fatos que não conheciamos. Mostrando seu lado da história de certa forma. Confesso, que até o episódio 6 meu pensamento era de que iriam cagar com toda esta temporada. Mas me contive, e quis ir até o final para tirar uma conclusão. E fui, fiquei decepcionada e ao mesmo tempo emocionada.  A linha tenue de ligação e sentido com as pontas que ficaram soltas na temporada 1 balança muito, e há momentos que ela chega a ponto de arrebentar. Os produtores pecaram e muito com relação a alguns momentos envolvendo a Hannah e que facilmente poderiam refutar os motivos citados pela mesma de ter se suicidado. Muitas coisas não faziam o mínimo sentido e não se conectavam com o que tinha se passado na 1 temporada. Isso me entristeceu muito. Com o sucesso estrondoso da 1 temporada achei que a 2 temporada seria surpreendente não deixando de lado de ser emocionante e ela até foi, mas em poucos pontos. Com os furos no roteiro que se interligavam a primeira temporada, acredito que a personagem Hannah e suas razões pra ter tirado a própria vida perderam um pouco de força. Em alguns outros momentos a série tenta modificar isso voltando para a ligação desses fatos com os da primeira temporada. 
Em outros, desvia completamente do assunto. É confuso. Por outro lado, a mesma continua explorando e tocando em assuntos dolorosos e que muitas pessoas não querem ver nem muito menos falar. A ideia de que ninguém sabe o que ninguém está passando é bem visível. Além de continuar tocando em feridas do bullying, estupro, agressão sexual, alcoolismo, drogas, vício e outras coisas. A série se focou na recuperação da Jessica, em mais um mistério rodando outras garotas que poderiam ter passado o mesmo que Hannah e o que aconteceria com o cara que a fez passar por aquilo. Também fiquei dividida com relação ao final da mesma e ao mesmo tempo surpreendida pelo que caminho que ela levou. Ela termina tocando em um assunto MUITISSIMO importante e muito comum nos EUA, o que acontece com caras que tentam superar o bullying não conseguem e acabam pirando e levando as coisas ao extremo. Não vou contar muito mais pra não perder a graça, mas a série te faz pensar. Te choca, te emociona, mexe com a sua cabeça de um modo bom em que você começa a pensar sobre as suas ações com as pessoas, sobre as palavras que saem de sua boca, sobre como as outras pessoas podem se sentir e de como elas absorvem aquilo diferente de você. A série também explora o seguir em frente. Como superar algo que parece que não pode ser superado e seguir com a vida. Como continuar. Ela principalmente foca que o suicídio é uma solução permanente para um problema temporário, um problema que pode ser resolvido se você souber quem procurar e a quem pedir ajuda. A mesma termina sem um encerramento permanente e abre uma questão: Haverá 3 temporada? Parte de mim queria que a série parasse nessa, porque normalmente quando uma série faz muito sucesso  os produtores querem continuar e ai em algum momento perdem a mão e cagam a série como aconteceu com as duas últimas temporadas de PLL ( que foram horríveis). 


Espero sinceramente que se houver mais uma temporada, que o roteiro seja inteligente e siga a mesma linha explorando novos pontos não deixando de ser interessante ou perdando o sentido das temporadas anteriores. A 2 temporada de 13 reasons why é mais reflexiva, mas não deixa de chocar ou de ser emocional. Acredito que sim, ela foi necessária para mostra as consequências e firmar alguns pontos da 1, porém poderia ter sido muito melhor se o roteiro muitas vezes não tivesse se perdido e ido para outros caminhos. Se você for emocional, prepare os lencinhos que virá lágrimas por ai. Não é tão boa quanto a primeira, mas é igualmente necessária para quem viu, para quem passou ou passa por isso, para quem quer esclarecer alguns pontos da 1 e para quem quer pensar sobre os temas abordados. Eu gostei e recomendo. Mesmo tendo pontos confusos e que poderiam melhorar vale seu tempo e sua reflexão. 



0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Voando Sozinha | Cybelle Santos © Todos os direitos reservados.