Dane-se suas desculpas.

Quanto mais penso nisso menos sei o que fiz de errado. Juro que tentei encontrar os erros, mas acabei percebendo que o que você chamou de erros vieram de um reação as suas desculpas furadas. Eu estava cansada. Esgotada. O que mais me chateia agora nesses momentos de clareza é saber que tudo que você tinha que fazer estava na palma da sua mão. Era tão, tão simples. Você simplesmente pegou uma dessas coisinhas e transformou em algo complicado. A verdade é que você podia me ter do jeito que quisesse. Eu te dei praticamente um manual de instruções. Tudo que sei agora é que nessa corrida você nos dirigiu para fora da estrada e acabamos batendo em algo que não tivemos como nos recuperar. Ei, você é um idiota. Tudo que tinha que fazer era ficar. Tudo que tinha que fazer era se atentar aos pequenos detalhes. As palavras. Era simples me manter na sua, era simples tirar o melhor de mim. Uma ação sua teria evitado uma avalanche. Uma palavra sua teria evitado tudo que veio em seguida. Nesse exato momento poderíamos estar numa boa. Nesse exato momento poderíamos estar aproveitando essa sensação, curtindo tudo que tínhamos pra curtir. 



Quando eu te deixei entrar pensei que você faria bem por aqui. Então por que você me trancou do lado de fora, mas levou meu coração contigo? Poderia ter sido fácil, poderíamos ter aproveitado. Um punhado de memórias pra colecionar, um punhado de momentos para guardar. Você preferiu culpar tudo e todos ao seu redor menos a si mesmo. Fiquei um bom tempo tentando pegar as peças que você deixou por ai, tentando arrumar a bagunça que você fez. Você era o que queria, independente do que fosse acontecer. Eu queria o que você tivesse pra me oferecer mesmo que não fosse mesmo. Mesmo sendo idiota, mesmo aceitando menos. Deixe-me te lembrar de todas as tentativas falhas que fiz para que mantivéssemos algum tipo de ligação. As coisas estão agora como você queria, foi desse jeito que as coisas aconteceram. Você virou as costas sem olhar pra trás, fazendo questão de me culpar por tudo que deu errado. Senti em suas palavras quando você disse que não tínhamos mais nada a dizer  Não vou me desculpar e quero mais que se foda. Chega de pedir desculpas por algo que eu nem fiz. Pedir desculpas pelos seus erros, por suas mancadas e por sua falta de consideração comigo e meus sentimentos. Agora eu não me importo, você nem ao menos tentou tirar o que tínhamos da ruína. 

Sinceramente, estava prestes a pegar o celular e voltar atrás. Dizer mais uma vez que podíamos dar um jeito nisso. De repente eu percebi que não fiz nada para que você tivesse me tratado como tratou. Então não vou cair nessa, não vou mesmo. Era tudo simples. Simples demais. Tudo que você tinha que fazer era estar lá pra mim. Pare de achar que é perfeito, imaculado. Dane-se suas desculpas e todos os motivos furados pra me fazer acreditar que a culpa minha. Você me fez assumir a culpa muitas vezes mas não dessa vez. Dane-se você e suas palavras  sem valor. Dane-se se você me acha louca. Dessa vez tenho a certeza de que estou falando sério. Dessa vez tenho certeza absoluta.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Voando Sozinha | Cybelle Santos © Todos os direitos reservados.