Está satisfeito agora?

Foi mais difícil do que eu achei que seria. Doeu mais do que eu imaginei que doeria. Mas eu sabia que isso precisava ser feito há tempos. Ser dito há tempos. Não dava mais. Eu tinha que me forçar a encarar a realidade e parar de criar chances que nunca existiram. Então, algo que você disse mudou tudo. E mesmo querendo mais do que tudo ficar ao seu lado, conversar com você eu disse as palavras que eu devia ter dito há algum tempo. Acho que eu só não queria acreditar ou melhor eu queria acreditar cegamente que havia uma saída pra nós. Que de alguma forma você gostava de mim, que de alguma forma eu era especial. Na real, com que você estava jogando? Por que me fez me sentir desse jeito? Quanto te conheci, e te vi pela primeira vez não achei que agiria assim. 


Não achei que faria tão pouco disso, e tão pouco de mim. Você supôs estar ao meu lado, deu a entender que queria o mesmo que eu mas depois me disse que não prometeu nada. Esteve sempre pronto pra desistir e virar as costas sem nem ao menos me dar uma explicação. Sem nem ao menos achar que eu mereço. Eu quero tanto esquecer como quero o ar pra respirar. Eu precisei de você e você não estava pronto pra me segurar. Encontrou alguma desculpa esfarrapada e jogou as palavras para que eu me sentisse pior que estava. Confessei que me apaixonei por você e pode ter sido a pior coisa que fiz. Saindo de cena lentamente, correndo e fingindo pra si mesmo que não estava fazendo nada demais. Não quis olhar nos meus olhos e conversar. Não quis olhar pra mim e dizer o que estava acontecendo. Não me fez merecedora de uma explicação, de um motivo, de uma esperança de lucidez. 

Tudo que fomos no começo está começando a desaparecer e eu sei que quando sumir de vez nunca mais será a mesma coisa. Eu disse que me apaixonei e falei sério.  Em minhas horas de fraqueza quero tentar mais uma vez e te pedir para que a gente recomece mais uma vez. Mas nunca muda e nunca mudará. Toda vez que eu falei você escutou mas não ouviu de verdade. Porque minhas palavras soaram erradas ao seu ouvido. Disse que estava me compreendo mas não viu quem eu sou de verdade. Só queria que você soubesse quem realmente eu sou e o que eu poderia te oferecer se você me entendesse, se entendesse o porque. Você não me deixou escolha e ainda me fez parecer culpada por isso. 

Vou ter que me forçar a continuar e esquecer que você passou aqui mas a dor não está cedendo. Você mudaria de ideia se soubesse o que sinto? Você mudaria de ideia se soubesse o quanto gostei de você?  Você me deixou cair e nem perguntou o quanto eu me machuquei. Você me magoou mas não se importou com os danos causados em mim. Você arrancou lágrimas mas não se importou de seca-las e evitarem-nas cair. Você quebrou o que demorei um tempo pra reconstruir e levou a última esperança do meu coração. Será que agora você está feliz? 

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Voando Sozinha | Cybelle Santos © Todos os direitos reservados.