Este não é um conto de fadas

Eu sinto tanto. Por as coisas terem terminado assim, sinto por não ter lidado tão bem com isso como deveria. Eu nunca tinha passado por isso antes. Eu estava no meio dos meus sentimentos e do medo de não querer sofrer. De não querer sentir dor. Lembro de que você me disse que sente muito, que nunca quis me colocar nessa situação. Mas acabou que eu acabei ficando no meio dela e agora você foi embora. Sem explicação, sem motivo, sem dizer adeus. Como se tudo que conversamos, vivemos ou sentido pudesse ser facilmente apagado. Como se não tivesse significado nada. Molhei todo meu travesseiro com lágrimas noite passada, mexi e me remexi durante toda noite e não consegui dormir. Meu problema não era insônia. Era meu coração que não parava de doer dentro de peito, era a dor de se decepcionar mais uma vez e sentir o coitado se contorcer aqui dentro por não aguentar mais.




Há algum tempo atrás eu senti o mesmo, e prometi a mim mesma que evitaria ao máximo que pudesse sentir essa sensação novamente. Agora estou sentindo a mesma coisa dessa vez bem mais forte. Você me fez me apaixonar pela ideia que eu desacreditei. Me fez acreditar que as coisas seriam melhores, que talvez o amor que eu imaginava nos meu sonhos pudesse ser real. Você foi cruel e sabe o motivo? Porque você me conquistou na época mais frágil da minha vida. Porque você ganhou meu coração em pouco tempo, e apesar de duvidar eu acreditei que dessa vez as coisas seriam diferentes. Eu precisava acreditar. Coitado o meu pobre coração, não sei mais o que faço para ele que fique feliz. Para que ele bata de felicidade, para que ele se recupere das feridas. Estou andando pra frente e pra trás todo esse tempo.

 Acreditei em você. Honestamente.Inteiramente. Inocentemente. Estou esperando por uma explicação que não vem enquanto a agonia lentamente toma conta de mim. Os dias estão passando e eu me sinto ainda mais estúpida por saber que eu deveria saber. Mesmo convivendo com a realidade diariamente meu coração ainda tinha a mínima esperança de viver um conto de fadas. Quantos dias se passaram desde que você desapareceu? Eu contei enquanto fico revivendo cada momento, revendo cada palavra sua. Estou tentando determinar onde exatamente você mentiu, quais palavras foram ditas em vão mas não consigo fazer isso. Talvez eu tenha sido ingenua apesar de saber que estava enroscada. Talvez eu achasse que estava no controle e me perdi nele. 


Não sou uma princesa, não existe príncipe e isso aqui não é uma história de contos de fadas com final feliz. Eu não vou descer uma escadaria para dançar em um baile e nem perder meu sapato de cristal. Não vou ser acordada com um beijo de amor verdadeiro, e nem ser resgatada de uma torre. Não me leve a mal, eu amo os contos de fadas. Mas eles são só histórias. Aqui não é o mundo dos meus sonhos, é só mais uma cidade. Eu estava bem, estabilizada e conformada até você chegar e destruir o que restou de mim. Será que consigo reunir os cacos e cola-los de novo? Não sei mais como fazer isso. Não dá pra reparar o que já foi quebrado tantas vezes. Já é tarde demais pra você e seu cavalo branco chegarem. Espero achar alguém algum dia que entenda o significado das palavras ditas e do quanto elas impactam sobre uma pessoa.




Comentários
1 Comentários

1 comentários:

  1. Amiga,
    o amor sempre nos faz sofrer, mas não podemos viver sem amar!!!!
    É fundamental na vida sabermos amar e perdoar.
    Não vivemos em um conto de fadas, a vida é dura, mas somos capazes de superar, quando amamos de verdade superamos todas as pedras no caminho!
    bjus
    http://www.elianedelacerda.com

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Voando Sozinha | Cybelle Santos © Todos os direitos reservados.