Uma mistura de princesa e plebeia

Eu sempre quis um dia só pra mim. Nada pra fazer, ou pra pensar. Libertar a mente de tantas coisas. Olhar pela janela e saber que não tem nada pra me preocupar. Livre pra sonhar. Mas quando exatamente vou ser livre? Me disseram que em algum lugar dentro de mim, eu sou uma princesa, mas em muitos momentos não quero ser princesa, não quero ser perfeita. Não quero casar com príncipe, não quero ter uma vida perfeita, porque o tal de final feliz não existe na vida real não é mesmo? Eu me contento em ser a plebeia também. Sou uma mistura de princesa e plebeia.  Sou o que sou desse jeito. Talvez estranha, talvez diferente ou única. Ainda quero entrar na igreja de branco, casar por amor. Deixar de lados os deveres, e pelo menos algumas vezes fazer o que realmente quero.


Mesmo sendo difícil, sei que não posso desistir. Tenho que fazer o mundo ouvir minha história, fazer as pessoas verem de algum modo que eu sou diferente. Será que algum dia eu poderei libertar todas as barreiras que tem aqui dentro de mim?  Enquanto isso nos meus sonhos, me vejo voar cada vez mais alto, e sou tão livre para viver , posso partir mas como fugir de tudo isso? A realidade faz com que eu coloque meus pés no chão. O coração muitas vezes deve aceitar. Não perco a esperança, esse não é o meu fim quando sonhar vou criar um mundo só pra mim, e talvez e em dos meus sonhos eu possa ser livre de alguma forma. A esperança faz seu coração viajar e começar de novo no ponto que parou.

Nunca deixei de acreditar, escutei a voz do meu coração e ele disse que de alguma forma eu deveria continuar olhando pra frente. Que haveria algo de bom me esperando lá mais no fundo. E olha só ,eu acabei encontrando um rapaz totalmente diferente. Ele não era como nenhum outro. Seria ele capaz de despertar o amor que eu realmente queria sentir? Ele viu a princesa e a plebeia em mim. Ele não se apaixonou somente por uma nem por outra. Ele viu as duas juntas, como uma só. E sorrindo ele me olhou nos olhos, e me levou em um embalo em que eu não pude me conter. Eu mostrei quem eu era. Libertei o melhor de mim, deixei sair tudo que estava preso há tanto tempo. Ele segurou então firme em minha mão e disse que nunca a soltaria. Eu me sentia segura, forte e decidida. 

Com ele ao meu lado, não havia nada que não pudesse alcançar meu reino estava a salvo. Meus sonhos estavam sendo realizados. Queria ter por toda vida, aquele coração por perto, batendo perto de mim, sentir aquela sensação. Serei sua para sempre, juntos a viver enfim viver esse amor, e espero que seja verdadeiro. Por que quando olha pra mim, e minhas bochechas ficam vermelhas, ou eu perco folego, e você se aproxima e me beija, eu sinto que essas sensações nunca vão passar.  Não importa muito. O que importa é que esse amor está nascendo e vai ser digno de uma linda história.

*Inspirado no filme Barbie em " A princesa e Plebeia"

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Voando Sozinha | Cybelle Santos © Todos os direitos reservados.