Estou te pedindo pra voltar

Parece que nos encontramos de frente a uma parede. E eu sinto que dessa vez não posso quebrá-la. Estou precisando de ajuda para não deixar que esse grande muro nos separe. Mas você nem ao menos parece se importar. Eu não quero ceder. Não, não é porque eu seja orgulhosa. Eu nunca fui. Já cansei de dar o braço a torcer. De ser sempre a primeira a querer que as coisas realmente se acertem. Ninguém quer telefonar. Após tudo que passamos, eu só consigo pensar como deve ser fácil pra ti. Porque pra mim tem sido um daqueles piores tipos de tortura. Nós deixaremos nossa relação terminar assim?

Relação..estranho falar isso. Eu sei muito bem definir as coisas, mas não consigo fazer o mesmo com o que temos. Essa amizade tão estranha e dependente de que eu preciso. Eu sei que preciso de você, e sei também que você precisa de mim. Pra que então se fingir de durão? Pra que fingir que não se importa? Tudo que eu queria e ainda quero era você e eu juntos. Eu posso dizer sem me importar. Volta, sim. Volta pra mim.



Outro dia me peguei pensando em você e senti tanto sua falta. Ninguém pode mudar isso, por mais que eu negue e por mais que eu tente esquecer, sei que sentirei sua falta da sua presença. Só queria que soubesse o quanto tentei, o quanto quis te ter próximo de mim. Eu estampava um sorriso no rosto toda vez que te via ou quando falava contigo ao celular. Como esquecer do som da sua vez na minha orelha? Do seu sotaque, que eu acabei pegando de tanto falar contigo, ou de todas as conversas durante madrugadas, trocas de SMS e piadas. Eu digitei muitas e muitas palavras, apaguei-as tantas vezes. Eu dizia que estava preparada para te contar o que sentia. Mas eu não disse. Não sei porque não disse. Será que isso teria te feito ficar? Quando eu penso na última vez que nos vimos, os arrepios passam pelo meu corpo. Eu sinto o quão quente eram seus beijos, e o modo como você me envolvia.

 Eu lembro do seu olhar, e de como eu passei aquele dia inteiro com você. Depois de todo esse tempo, depois de uma briga sem sentido. Eu só precisava de umas palavras suas. Queria sentir o quanto era importante pra ti, assim como você era pra mim.  Mas parece que você nunca conseguia me dizer. Nós merecíamos continuar nos falando, merecíamos ter tentado. Eu deveria ter te contado como gostei de você. Como me derreti completamente. Você não pode desistir de mim, então por favor não me esqueça. Só volte tá? Eu preciso encostar a cabeça no seu ombro, te ver sorrir, te ver reclamar sobre algo totalmente estúpido. Mas preciso de você. Eu queria não sentir sua falta, queria muito sem daqueles tipos de pessoas conseguem nem ao menos se importar com as pessoas que passam pela sua vida. É só lembrar das suas mãos na minha cintura, do modo como pegava em meu rosto e dos seus doces beijos quentes que sabiam me fazer tirar do sério e só querer mais deles. Por favor, estou realmente pedindo. Volta? Só pense em você e eu juntos. É tudo que eu preciso.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Voando Sozinha | Cybelle Santos © Todos os direitos reservados.