No que estou me metendo?

Eu não sou especialista nesse assunto, na verdade sinto como se fosse a primeira vez. É estranho, e um pouco surreal devo dizer. Mas garoto, o que você me faz sentir é meio incontrolável, e eu sei que é meio proibido também. Eu não deveria ter feito o que fiz. Eu não deveria nem estar pensando nisso agora. Mas perto de você tudo parece mais fácil, mais real. É tudo tão certo com duas pessoas juntas. E nossa química é tão grande que eu simplesmente não posso perceber. Eu apenas encontro-me esperando aqui. Será que vou me tornar algum tipo de brinquedo seu? Você vir até mim, conseguir o que quer.


Me diz então, o que há entre nós? Eu chamo de amizade e dou risada. Mas agora já nem sei do que nomear. Como vamos resolver isso? Ou será que vamos? Será que quando eu realmente precisa você vai retornar? Ou não vai poder porque vai estar com ela? Eu devo chorar por estar envolvida por algo que não deveria estar?  Eu não acho que deveria realmente fazer isso. São tantas coisas que se passam pela minha cabeça agora. Estou assustada por essas coisas ainda estarem acontecendo. É algo de errado comigo. As vezes eu me pergunto porque eu não tentei algo por nós. Porque eu não fiz nada para que pudéssemos ter algo. Talvez pudesse ter dado certo, eu e você. Cansei de ver todos esses contos de fadas com finais felizes. Eu realmente achei que poderia ter meu próprio conto de fada.  Eu queria ter sido preparada para esse tipo de jogo. Talvez eu precise desistir porque não tenha chance de ganhar.

Quando você se aproximou e me pediu um beijou. Eu só pude pensar em como meu coração batia depressa e como ele estava apertado dentro do meu peito. Quando senti seu cheiro encharcar meu olfato, todo controle que tinha me restado se esvaiu. Beijei seu rosto na última tentativa falha de escapar, de não ceder. Mas ao virar o rosto pra te olhar e ver você se aproximar dos meus lábios não pude me afastar. Não pude me mover. Não soube nem ao menos o que fazer. Então você me beijou, colocando a mão sobre o meu rosto, e eu esqueci se aquilo era certo ou errado. Eu só conseguia sentir uma de suas mãos sobre sua cintura, seus lábios explorando os meus com tanta vontade e eu querendo que aquele momento demorasse a terminar.


O que estou fazendo?  No que estou me metendo? Esqueci todas as perguntas que me fiz, esqueci tudo que tinha medo, tudo que me impedia, agora só conseguia pensar na sensação ainda recente dos seus lábios que há alguns segundos atrás estavam colados nos meus. Passo a mão sobre o rosto, sei que não posso continuar com isso. Mas como conter a lembrança? Como bloquear essa memória, como esquecer essa terrível sensação que você me causa?

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Voando Sozinha | Cybelle Santos © Todos os direitos reservados.