Mais do que pode ver

Eu queria que as coisas fossem de um jeito diferente, queria que as coisas mudassem. Dentro de nossos corações, todo mundo tem um lado secreto, um caminho aberto imaginário. Um sonho cheio de paixão que você daria tudo pra ser realizado. Uma porta bem aberta. Você acha que me conhece, mas eu estou sempre mudando. Porque se eu quiser posso ser doce, ser selvagem ou chorar como uma criança. Posso tentar pegar o mundo com a palma da minha mão. É assim exatamente quem eu sou, esta sou eu. Só não posso ignorar isso. Eu posso alcançar, e quero me libertar. Posso constantemente cair, mas estou apenas seguindo em frente. Preciso continuar tentando, continuar dizendo pra mim mesma que sou capaz disso. São tantas dúvidas em minha cabeça, ninguém realmente sabe o que se passa aqui dentro.


Está tudo uma bagunça. Eu fechei os olhos e desejei que as coisas de um certo se ajeitassem. Será que havia algum jeito de eu ser atendia? Havia alguma pulseira da sorte? Ou até mesmo um diário? Daqueles em que eu pudesse escrever, e tudo que escrevesse nele se realizasse? Que besteira, isso seria sonhar demais. As vezes a vida é uma coisa confusa, quando eu falo é como se ninguém estivesse realmente me ouvindo. Eu tenho que gritar, mas nem isso realmente adianta. Tentei ser um anjo, mas fui incapaz de encontrar minha asas. Foi então que eu percebi, que eu não tinha que mudar para agradar ninguém.  Eu quero encontrar meu próprio estilo, fazer meu próprio destino, escrever minha própria história. Se eu cometer um erro, paciência. Sei que terei que começar novamente, mas isso não me impedirá de continuar. Eu tenho que tentar fazer o  melhor que puder.

Sou mais do que pode ver, procurando quem eu posso ser. Olhe com outros olhos, olhe por dentro de mim e talvez você consiga enxergar aquilo que eu realmente sou. Posso ser medrosa, posso duvidar de mim mesma, mas posso pegar todos esses meus medos e faze-los deles minha força.  Eu me levanto todos os dias para cumprimentar o dia, apesar de todos os monstros debaixo da minha cama que me dizem para não levantar. Pego uma caneta e conto até a dez. 1,2,3,4,5...e coloco pra fora tudo que está em minha mente.

Querido Diário, Isto é aqui e agora, as vezes sinto como se algo dentro de mim fosse explodir. Tenho que escrever logo, e te dizer. Tudo está indo assim rapidamente, quero só que algo bom dure por mais tempo e que eu possa ter a real sensação  de que sou realmente feliz.
Arranje uma pulseira da sorte,  me deixe perder-me esta noite apesar das criaturas em minha mente. Eu solto minha voz e escuto meu coração enquanto agarro sua mão. Se é certo ou errado, eu não sei. A terra dos sonhos não é tão distante. 1,2,3,4..estou contando o tempo. Estou tão feliz..Por quanto tempo isso será que vai durar? 


Inspirado no filme " Diário da Barbie" 

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Voando Sozinha | Cybelle Santos © Todos os direitos reservados.