Eu assisti: Minha mãe é uma peça 2

Filme: Minha mãe é uma peça 2
Gênero: Comédia
Nacionalidade: Brasileiro
Lançamento: Dezembro de 2016
Duração: 1 hora e 36 minutos
Nota: 4 de 5
Em cartaz nos cinemas
Obs: O filme já foi assistido por mais de 5 milhões de pessoas

Dona Hermínia está de volta e eu estava mais do que ansiosa pra assistir esse filme. Eu conheci o primeiro filme e o trabalho do Paulo Gustavo meio que por acaso em uma madrugada de insônia na TV. A partir dai me apaixonei pela história, as situações e os personagens. O primeiro filme foi um sucesso de bilheteria e foi tão grande que o pedido para uma sequência foi enorme. Não vou falar do enredo porque tenho certeza de que você deve conhecer a Dona Hermínia. A mãe controladora, preocupada, nervosa e protetora que faz tudo pelos filhos de uma forma bem louca. Nesse filme, Hermínia é uma apresentadora de TV bem sucedida com seu próprio programa, mas as preocupações como mãe continuam. O longa gira em torno das dificuldades em ser mãe, explorando novos acontecimentos como o fato dela agora ser avó, receber a irmã mais nova que vem de Nova York e lidar com o crescimento dos filhos que vão seguir com suas vidas longe dela. Falando do enredo não sei se gostei tanto desse filme como gostei do primeiro, mas é inegável o talento do Paulo Gustavo. A parte cômica não deixa de aparecer, as piadas continuam boas e as risadas são garantidas em muitas cenas. Arrisco dizer que no primeiro filme senti uma identificação maior com a realidade o que não deixa esse filme atrás, já que também há algumas cenas que me identifiquei. Minha mãe é uma peça funciona bem e como sequência cumpre seu papel no gênero que se encaixa: comédia. A personagem é cativante o suficiente pra te entreter durante todo o filme, te fazer esquecer sobre todo o resto.

Um ponto interessante do filme é a exploração do sentimento da mãe quando os filhos conseguem cuidar finalmente de suas vidas e seguirem seu próprio caminho. Foi algo interessante de se ver na tela e do modo como foi inserido na história. Antes de assistir o filme, já tinha lido muitas críticas com relação ao enredo e dúvidas se uma sequência seria tão boa quanto o primeiro o que me deixou com o pé atrás em alguns momentos, mas lá fui eu tirar minhas próprias conclusões e não me arrependi nem um pouco. O sucesso desse filme tem sido tão grande que a marca já passou de mais de 5 milhões de espectadores em menos de 1 mês de exibição do longa no cinema. Não é brincadeira não viu? Dona Hermínia continua engraçada, Paulo Gustavo continua trazendo um brilho único pro personagem e o enredo entretém até o final. Recomendo muito pra quem quer dar altas risadas e se distrair com um filme que traz muito da realidade de muitas famílias.








Dona Hermínia (Paulo Gustavo) está de volta, desta vez rica, pois passou a apresentar um bem-sucedido programa de TV. Porém, a personagem superprotetora vai ter que lidar com o ninho vazio, afinal Juliano (Rodrigo Pandolfo) e Marcelina (Mariana Xavier) resolvem criar asas e sair de casa. Para balancear, Garib (Bruno Bebianno), o primogênito, chega com o neto. E ela também vai receber uma longa visitinha da irmã Lucia Helena (Patricya Travassos), a ovelha negra da família, que mora há anos em Nova York.

Comentários
1 Comentários

1 comentários:

  1. Oi Cybelle <3 Eu amei seu post. Estou doida para assistir "Minha mãe é uma peça 2", eu amei o primeiro filme e me diverti horrores. Tenho certeza que vou me divertir ainda mais com o segundo filme. Sua crítica me deixou com mais vontade ainda de assistir <3
    Adorei seu blog! Um capricho.
    Um beijo <3
    https://ajufaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Voando Sozinha | Cybelle Santos © Todos os direitos reservados.