Maravilhosamente Bagunçado

Posso ouvir a chuva lá fora. Os ponteiro do relógio estão se movendo e eu sei que estou me odiando agora por estarmos brigados. Ainda olho pro telefone esperando que alguma coisa milagrosa aconteça e possamos voltar a ficar juntos sem nada pra atrapalhar. Não se pode apagar as memórias muito menos possui-las, mas posso te dizer que odeio o jeito que estamos agora. Não quero ficar sozinha e não quero te deixar sozinho. Não deveria te segurar nem me segurar, mas simplesmente não posso te deixar ir embora, não depois de tudo que houve. Sei que de alguma forma estranha podemos dar um jeito nisso. Podemos pensar em hipóteses, ideias, fantasias para que possamos retomar o que tínhamos. Só quero parar de brigar por motivos idiotas. Só quero parar com esse vem e volta que me deixa tão tonta quanto estar em um montanha russa. Preciso de você. Motivo? Toda vez que estou contigo de alguma forma eu me esqueço de respirar. Eu me esqueço de pensar, eu me esqueço do mundo. Os 365 dias desde que você entrou em minha vida não foram suficientes pra mim. Preciso de mais dias com sua presença. 



Você sabe que me tem como uma boneca de pano que sai dançando a melodia que você quiser cantar. Ao seu lado, do seu lado. Em sequência estou tentando descobrir o que realmente aconteceu, porque a distância nos separa é quem eu sou sem você. Seu último beijo como uma confusão em meus lábios, espalhou suas marcas pela minha pele deixando digitais por ai para que eu sempre lembrasse de que você esteve comigo. De que suas marcas estão em mim, tatuadas de uma forma que nada pode retirar. Por favor, pense. Não me deixe chorar, não deixe as coisas acabarem sem fazer algo. Desconstrua essas paredes que me parecem tão altas agora. Deixe de lado as coisas que passaram, e pense naquilo tudo que ainda não fizemos. Você é o único que não posso perder e o único que não posso ganhar. E então eu relembro. Nós brigamos. Está tudo acabado. Nós perdoamos e voltamos a ficar juntos. E nós brigamos de novo e voltamos de novo. 

Eu sofro. Eu odeio. Eu te amo.  Quero que você fique independente de todas as circunstâncias existentes. Quero que perceba que podemos passar por isso. Faz 365 dias amanhã. E não quero passar mais nenhum pensando no quanto sua falta me faz. Não posso te prometer que tudo seja perfeito porque talvez tudo que a gente pode ser seja somente isso. Algo maravilhosamente bagunçado, algo maravilhosamente inacabado que pode continuar por mais tempo. Estamos bem inacabados, mas estamos nos esquecendo do que realmente importa aqui: todo o tempo que passamos juntos e o que sentimos. Inacabado? Nada disso. Só falta você perceber que nunca quis isso. O que eu quero é bem simples: Você aqui, como se nada tivesse mudado, como se todos os problemas não existissem. Sei que podemos resolve-los, sei que há um jeito. Só preciso que você também acredito.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Voando Sozinha | Cybelle Santos © Todos os direitos reservados.