Bagunça sem explicação

Só penso no quanto nada é igual enquanto estou contigo. Tentei evitar tantas vezes mas com ninguém foi igual como é ao seu lado. As sensações se multiplicam e meu corpo ferve a uma temperatura que me faz perder os sentidos. Sou escrava das sensações que você me causa e me rendo. Quero me libertar das amarras que me prendem, porque quero ser por alguns momentos quem eu não fui, fazer o que eu nunca fiz, deixar com que faça que eu perca os sentidos e me transforme na mulher que sabe exatamente o que quer. Eu me convenci de que podíamos ficar sem entender essa conexão doida que temos um com o outro. Não é igual nem chega perto do que vivenciei com outras pessoas. Me sinto a vontade de ser quem eu sempre quis ser e nunca tive coragem o suficiente. 
Você me deixa a vontade e confortável comigo mesma. Passo a mão sobre seu cabelo, só pra sentir de novo a sensação que me traz conforto. É como uma força sobrenatural que não me deixa ir embora. Eu digo que fecharei minhas portas, mas quando menos espero estou abrindo-as novamente. Então, aqui estamos novamente. Não posso acreditar em quanto tempo passou. Nós dois nos envolvemos de uma forma que não temos mais controle. É tão mais gostoso só sentir e aproveitar ambas as sensações que nos proporcionamos. As coisas boas, as besteiras, os sorrisos inesperados. É vício difícil de largar, uma sensação que corre pelas veias e me deixar mais ousada e cheia de sensações poderosas que me fazer largar o papel de menina inocente. Me perco no seu toque, no olhar que me admira e no quanto me deixa livre para agir de acordo com minha vontade. 

Não sei quanto tempo isso vai durar, e nem ao menos tenho certeza de se vou conseguir me sentir assim do mesmo jeito com outra pessoa.  Estou caindo e mergulhando nos momentos que estamos juntos. Não vou escancarar meu coração, mas me permito sentir o que posso sentir junto de você agora. Me agarre pela cintura, deixe o calor dos nossos corpos ser um só. Já estou há algum temo quebrada, mas ao seu lado me sinto junta de novo. Uma bagunça sem explicação. Uma loucura gostosa. Posso estar até equivocada, mas faria tudo de novo.

O prazer que me proporcionou ao me mostrar que posso ser mais do que espero é impossível de ser esquecido. Te levaria com carinho mesmo que não quisesse isso. Deixaria tudo de lado, enquanto só te observaria e sorriria pra você que me encararia admirado.  Beijaria seus lábios devagar para aproveitar tudo que ele me passa e aumentaria o ritmo assim que as faíscas entre nós aumentasse. Vamos coração, deixe os sentimentos de lado por alguns momentos. Ambos sabemos o quanto isso é bom, ambos sabemos que isso é uma das melhores coisas que já sentimos. Vamos coração, deixe-me aproveitar esses momentos, Deixe-me aproveitar a eletricidade que passa pelo meu corpo, as sensações do calor sobre minha pele, os arrepios involuntários. Deixe-me aproveitar mais um pouco dessa bagunça sem explicação.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Voando Sozinha | Cybelle Santos © Todos os direitos reservados.