#Cinema: Simplesmente Acontece


Filme: Simplesmente Acontece
Título Original: Love, Rosie
Gênero: Romance/ Comédia Romantica
Duração: 1h 42 minutos
Nota: 3 de 5

Sim, eu já assisti Simplesmente Acontece. O filme baseado no livro de Cecelia Ahern ( autora de PS Eu te Amo) estava causando muitas expectativas. Apesar de adorar PS EU TE AMO fiquei muito em dúvida se essa obra conseguiria ser tão boa quanto o primeiro livro de sucesso da autora. Não li o livro ainda e não pretendo obte-lo tão breve. Agora voltando ao filme, vou falar que estava muito pé atrás com a escolha de Sam Claffin para o papel principal. Não sei se no começo conseguia enxergar o suficiente para interpretar um papel romantico em um filme desses. Acontece que Sam me surpreendeu. Adorei ve-lo em um papel de um roteiro romantico e de sua atuação. Quantoa  Lily Collins nada a  reclamar. A garota é muito boa. É delicada na atuação, no jeito de falar, no modo como interpreta  a personagem e ainda tem todo um lado simpatizante que te faz gostar da personagem. Simplesmente Acontece não tem nada de irreverente, nada de muito original diferente dos filmes de romance normais. Em muitas cenas o longa me lembrou muito o filme " Um dia" também baseado em um livro. 



O filme começa muito bem e de uma forma bem agradável, a personagem Rosie é cativante e Alex um fofo e um ótimo amigo. Com quase 2 horas de longa, senti que as cenas se passaram muito rápido, o roteiro criado pra história não se desenvolveu muito bem já que em questão de minutos tudo mudava sabe? As vezes eu tinha que me esforçar para entender o que estava acontecendo durante as cenas. Eles são amigos, fazem planos juntos e obviamente desde o começo do longa é perceptível que são apaixonados um pelo outro. Mas se admitissem logo de cara qual seria o ponto do filme? Eles não assumem e deixam várias outras coisas inesperadas e sem pensar acontecerem o que faz com que eles se afastem por um tempo. O roteiro que em vez de trabalhar em outros pontos da história dos dois trabalhou em justificativas para separá-los. No final do filme quando o desenrolar finalmente é concluído não há um motivo tão sólido e convincente para que os dois tenham ficado separados e sem admitir o que sentiam. Eu apostaria em outros pontos que pudessem trabalhar melhor o longa. Os obstáculos colocados para os dois personagens são explicáveis mas muito óbvios. 




O filme basicamente explora a amizade dos personagens e os rumos tomados por suas vidas baseados em suas decisões. Com suas cenas fofas e até emocionantes ele conseguiu até que me conquistar mas não o suficiente para entrar na minha lista de queridinhos e nem de melhor filme. Achei tudo muito prevísivel e em alguns momentos muito forçados para que algum drama acontecesse e desenrolasse até o final. O filme se prolongou por quase 120 minutos e não teve nada que pudesse ser bem explorado. Não sei se o longa é totalmente fiel ao livro, mas baseado no filme não sinto vontade de ler a obra logo. O filme é fofinho, a química entre os atores é boa porém algum ponto desejou a desejar e deixou de ser trabalhado. Poderia ter sido um filme muito melhor do que foi apresentado e minhas expectativas que já não eram tão altas se mantiveram na média. Dá pra assistir o filme em uma tarde calma mas não vá com altas expectativas de ser um filme SUPER APAIXONANTE. Simplesmente Acontece é fofinho, agrada e tem seus momentos emocionantes mas não é um daqueles filmes marcantes.



Os jovens britânicos Rosie (Lily Collins) e Alex (Sam Claflin) são amigos inseparáveis desde a infância, experimentando juntos as dificuldades amorosas, familiares e escolares. Embora exista uma atração entre eles, os dois mantêm a amizade acima de tudo. Um dia, Alex decide aceitar um convite para estudar medicina em Harvard, nos Estados Unidos. A distância entre eles faz com que nasçam os primeiros segredos, enquanto cada um encontra outros namorados e namoradas. Mas o destino continua atraindo Rosie e Alex um ao outro.



0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Voando Sozinha | Cybelle Santos © Todos os direitos reservados.