Paixão errada

Dessa vez não precisa me dizer o que eu quero escutar. De verdade. Em outro momento, eu teria dado tudo para ouvir certas palavras, mas não quero ouvir o que quero. Quero ouvir a verdade. Tudo isso começou como uma brincadeira, deixei você me iludir e acreditar em coisas que não existiam. Entrei no jogo, e brinquei também de ignorar já que deixava de lado todas as vezes que você me fazia derrubar lágrimas. O que exatamente você queria? Apesar de saber quantos dias se passaram ainda não consegui responder algumas perguntas. Implorei por pedaços seus e não percebi que haviam pessoas a minha volta oferecendo mais do que pedaços. De todas as minhas paixões você tinha sido a única que me fez sentir algo verdadeiro de novo. Pela primeira vez em muito tempo eu achei que tinha dado a maior sorte do mundo. Mas estava errado, sempre foi errado. Nós éramos o erro.


Não ficou mais fácil pra mim, na verdade ficou mais difícil. De acreditar, de tentar de novo. Mas a gente precisa continuar não é? Não dá pra ficar batendo na mesma tecla. Não dá pra ficar remoendo coisas que você sabe que só vão te fazer mal. Eu ocupei minha mente com tudo a minha volta e com qualquer coisa para que meus pensamentos não fugissem em sua direção. Não precisa mais dizer que sente muito, ou que nunca queria ter chegado a isso. Conheço todas essas palavras e até já decorei. Apenas juntei o que restou das nossas lembranças e fui embora. Sem olhar pra trás e com o coração prestes a despencar. Eu fui embora e você nem protestou. Não disse nada, e parece não ter notado minha falta enquanto eu tive que conviver com seu fantasma em quase todos os momentos que se passaram. Talvez já tivesse dado nossa hora, talvez todas as coisas que imaginei a gente fazendo junto nunca fossem pra acontecer. Talvez eu pudesse ter sido mais firme e ter ido embora antes de começar a doer.


Antes de começar a perceber que era paixão.  Não posso comparar isso a nada, não posso comparar o que eu sentia ao que eu sinto agora. Quero felicidade não tristeza. Quero sorrisos em vez de lágrimas. A febre parece estar passando e agora sinto que posso sobreviver. Estava tudo nebuloso e tão escuro. Coloquei a mão no coração e implorei para que ele parasse de se esmagar dentro do meu peito. Essas não são pra ser palavras tristes sobre você ou sobre saudade, são palavras que me fazem refletir que eu merecia muito mais e aceitava as migalhas. Agi feito louca, dei tudo que podia, fui o que você me pediu pra ser porque te fazer feliz me fazia feliz. Os planos que fizemos ficaram pra trás, as palavras jogadas ao vento como se fossem restos de algo que não importa.Houve um milhão de motivos pra eu te deixar, e poucos pra ficar. Eu fiquei até onde aguentei. Encontrei finalmente uma maneira de te deixar pra trás. Esse não é um conto de fadas, não tem finais felizes e nem promessas verdadeiras.  Tudo se foi e ficou pra trás. Meu coração está se recuperando aos poucos. Essa paixão errada acabou no momento certo. Ou nem devia ter começado.
Comentários
2 Comentários

2 comentários:

  1. Muito bom esse texto, bem criativo. Parabéns.

    Arthur Claro
    http://www.arthur-claro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. É muito ruim quando uma paixão acaba né ? :( O texto ficou ótimo!

    www.vestindoideias.com

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Voando Sozinha | Cybelle Santos © Todos os direitos reservados.