Eu Assisti: Meu Malvado Favorito 3


Filme: Meu Malvado Favorito 3
Título Original: Despicable Me 3
Gênero: Comédia, Animação
Duração: 1 hora e 30 minutos
Lançamento: Junho de 2017
Distribuidora: Universal Pictures
Nota: 4 de 5

Chega aos cinemas a terceira aventura estrelada por Gru e seus minions depois de ter incluído personagens novos no segundo filme, dessa vez temos uma nova descoberta. Gru ( com voz de Leandro Hassum) está se adaptando a nova vida como agente da AVL com Lucy ( voz de Maria Clara Gueiros) com quem está casado agora além das meninas. Tudo muda de repente quando em uma tentativa de capturar um vilão chamado Balthazar Bratt (voz de Evandro Mesquita) ele acaba falhando e sendo despedido. Sentindo-se um fracassado e disposto a não voltar para a vilania, os minions meio que se revoltam contra ele deixando-o sozinho. Nesse meio tempo tempo Gru recebe uma visita surpresa e  acaba descobrindo que tem um irmão gêmeo chamado Dru e que quer conhece-lo.  Dru é bem mais sucedido, cabeludo e quer ser algo que Gru foi um dia: um dos maiores vilões. Dru mostra a seu irmão que a vilania sempre esteve no sangue da família e a tentação de voltar ao mundo do mal vai voltando aos poucos enquanto ele descobre um pouco mais sobre o irmão. Gru percebe que precisará da ajuda do irmão para capturar Balthazar e fazer algo bom para sua vida. 

É verdade que quando uma animação faz um sucesso estrondoso como Meu Malvado Favorito a premissa do estúdio é continuar com pelo menos dois filmes em sequência mesmo que não tenha sido o planejamento inicial e podemos observar isso como em " Shrek" e "Toy Story". Fiquei um pouco receosa sobre como o roteiro se desenrolaria e como a história seria desenvolvida a partir da premissa de que isso já foi um pouco explorado no segundo filme. Agora, eles tiveram que novamente colocar novos elementos dentro do mesmo para que a história andasse e não deixasse de ser cativante. Não há como não gostar do filme já que os personagens já são conhecidos e simpáticos aos olhos do público então o que realmente faz uma avaliação geral do filme é a condução da história e como ela é desenvolvida ao longo dos 60 minutos. O vilão Balthazar Bratt é um dos mais legais dos três filmes e tem um estilo definido: os anos  80 e isso é visível em todas cenas presentes com o personagem desde roupas, estilos, passos de dança e é claro trilha sonora. Toda vez que ele aparece na tela dá uma pequena vontade de sair dançando por ai e você se empolga com as cenas de vilão do cara. É muito bem pensado. 

Gru ainda continua um pouco atrapalhado e focado ainda mais em manter sua vida fora da vilania, do outro lado Lucy tenta se estabilizar com as meninas exercendo seu papel de mãe e tentando defende-las de certas coisas que acontecem conforme o filme vai desenrolando. Os fofíssimos Minions continuam do mesmo jeito: fofos, engraçados e com um linguagem única que a gente não entende bulhufas mas ama de paixão. O irmão de Dru é bacana, de início achei que não gostaria tanto dele como gosto de Gru, mas conforme o filme foi desenrolando e eu pude ter mais contato com a personalidade do mesmo que é mais desastrado que o Gru o mesmo conseguir criar uma empatia bacana na telona e com o público. É verdade que nesse filme os elementos que criaram uma simpatia com a animação já foram bem utilizados então eles tiveram que se reinventar e criar elementos parecidos que lembrassem o que já foi utilizado e cativou o público de uma forma diferente. É uma boa animação e definitivamente vale a pena a ida ao cinema, mas acredito que não seja o melhor filme dos três. Meu Malvado Favorito 3 traz uma história divertida, engraçada com um novo personagem e os mesmos elementos usados em filmes anteriores que já conhecemos. É um filme leve e bacana de se assistir. Recomendo pra quem quer se apaixonar ainda mais pelos minions, o Gru e é claro as meninas : Agnes e sua fofura.

Nos anos 1980, Balthazar Bratt fazia muito sucesso através de sua série de TV, onde interpretava um vilão chamado EvilBratt. Entretanto, o tempo passou, ele cresceu, a voz mudou e a fama se foi. Com a série cancelada, Balthazar tornou-se uma pessoa vingativa que, nas décadas seguintes, planejou seu retorno triunfal como vingança. Gru e Lucy são chamados para enfrentá-lo logo em sua reaparição, mas acabam sendo demitidos por não terem conseguido capturá-lo. Gru então descobre que possui um irmão gêmeo, Dru, e parte com a família para encontrá-lo no país em que vive.


0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Voando Sozinha | Cybelle Santos © Todos os direitos reservados.