Saudade de quem eu era com você

Ele: Eu ofereci minha amizade pra você. Você sabia que eu estava aqui.
Ela: Ofereceu? Porque eu acho que houve algum problema de comunicação e isso não chegou até mim. Ou você não se lembra do que me disse da última vez?
Ele: Esquece isso.
Ela: Você não se lembra?
Ele: Me lembro. Mas não importa. Esquece isso. Importa o que estou falando agora.
Ela: Eu não sei como fazer isso. Não sei como lidar com você depois de tudo. 
Ele: Por que é tão difícil?
Ela: Você nem ao menos imagina?
Ele: Eu quero que você me diga.
Ela: Você foi uma das poucas pessoas que me fez realmente bem, que me fez ser eu mesma sem medo, sem culpa. E quando você se afastou, desapegar foi mais duro do que pensei que seria.
Ele: Não pensei que tinha sido desse jeito pra você.
Ela: Mas foi. 
Ele: Pode parecer que pra mim não foi tão importante. Mas quero que saiba que não me arrependo de nada. Todos os momentos contigo estão aqui comigo.
Ela: Eu sei. Comigo também.


Ele: Você é incrível. Eu posso te encher de elogios agora, posso te dizer o quanto você foi especial e quanto a pessoa que perceber isso será sortuda.
Ela: Ai que está. Poderia ter sido você, eu queria que tivesse sido...você.
Ele: (...) As coisas acontecem como tem que ser. Não era pra ser, mas isso não quer dizer que os momentos que passei contigo vão se apagar da minha memória.
Ela: Da minha nunca se apagaram.
Ele: Eu nunca menti pra você, sorriso. Espero que saiba disso.
Ela : Silêncio (..)
Ele: Só quis te fazer bem. Só quis ver seu sorriso mais vezes do que já via. Lembra de como éramos juntos? De como eu chamava você de minha sorriso?
Ela: Para, por favor. 
Ele: Por que? Você não se lembra?
Ela: Sim, eu me lembro. De cada coisa. E esse é exatamente o problema,
Ele: Não entendo.
Ela: Bate saudade entende? Eu tenho saudade de como eu era com você.
Ele: Eu sei, sorriso. Acredite. Mas não é ruim sentir saudade.
Ela: No momento é. Você tem outra pessoa agora.
Ele: Eu sei. Mas meu carinho por você não vai sumir por isso.
Ela: (Suspiro e silêncio): Muito menos o meu. Acredite.
Comentários
1 Comentários

1 comentários:

  1. nossa, chega a apertar o coração... e que apelido fofo, sorriso. sinto uma facadinha cada vez que ele a chama assim rsrs



    http://bookecoffee.blogspot.com.br/2017/02/essa-e-talvez-pra-voce.html

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Voando Sozinha | Cybelle Santos © Todos os direitos reservados.