Resenha de Livro: E se fosse verdade





Livro: E Se Fosse Verdade
Autor: Marc Levy
Editora: Suma de Letras
Páginas: 256
Ano:2013

Comprei esse livro somente pela curiosidade de saber como ele era com relação ao filme. Confesso que acabei me decepcionando um pouco. Quase tudo no livro é diferente do filme. Marc Levy traz na obra uma atmosfera mais sentimental, já que no filme o lado de comédia é bem mais forte. Os nomes dos personagens não são os mesmos, e poucas coisas são semelhantes. 

Achei o livro morno. Nada do que eu realmente esperava, esperava uma coisa mais cativante mas a escrita do autor não me envolveu. O livro me convenceu em poucas cenas e muitas das partes para mim foram tediosas. Os diálogos entre os personagens principais eram o que mais agradava fora isso muitas partes são em certo ver tediosas e cansativas. Quase larguei o livro pela metade, é uma pena porque esperava que esse livro virasse um dos meu favoritos. Uma das minhas decepções foi o fato de Arthur não se assustar quase nada com a presença de Lauren na casa, e ela também ser muito conformada em ser um fantasma. Mil vezes o roteiro, atmosfera e história conduzidos no filme. Se você quiser matar sua curiosidade leia, algumas cenas de romance fazem o livro se salvar. Realmente não gostei da forma que o autor conduz a história e isso deixou tudo chato. Se você ainda tiver curiosidade de como o livro é pelo filme pode não gostar tanto.Falamos tanto de mudarem os livros para adaptar os filmes para o cinema porém esse caso foi o melhor. O roteiro do filme é bem melhor, mais cativante e engraçado. Desculpa Marc mas você não conseguiu me prender com esse livro. 



O pequeno despertador em cima da mesinha de cabeceira de madeira clara acabava de tocar. Eram cinco e meia e o quarto banhado naquela claridade dourada que somente o amanhecer em São Francisco proporciona.

E não é muito mais perigoso para você, se não tentarmos nada? Temos só quatro dias, Lauren!


Note como você é volúvel: pela manhã se dispunha a por meu nome no seu caderninho para uma dança e não quer uma noitada ótima na minha companhia. Preciso de uma ajuda, Nathalia, me dê uma força.




Sinopse - E Se Fosse Verdade... - Marc Levy



E se Fosse Verdade... é uma história repleta de romantismo e bom humor, ingredientes que cativaram Steven Spielberg, fazendo-o adquirir, por US$ 2 milhões, os direitos do livro para o cinema. Marc Levy viu seu romance de estreia se tornar um grande sucesso de bilheteria.

A história se passa em São Francisco, em julho de 1996. A jovem e bela Lauren, estudante de medicina, sofre um acidente de carro, entra em coma e vai parar no mesmo hospital onde trabalha. Apesar de seu estado, Lauren consegue, espiritualmente, voltar para o seu antigo apartamento. Lá, encontra Arthur, o arquiteto que é o novo morador do imóvel e a descobre no armário do banheiro ao ir tomar banho. Ele é a única pessoa que consegue vê-la, ouvi-la e senti-la.

Inicialmente se recusando a acreditar na história de Lauren, Arthur só fica convencido de toda a verdade quando vai até o hospital e a encontra desacordada. A partir daí, ele vai fazer o impossível para ajudá-la a voltar ao seu estado natural.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Voando Sozinha | Cybelle Santos © Todos os direitos reservados.