As sensações que me causa

Ficar com você era tão fácil. Tão fácil que chegava quase a ser viciante e não podia se tornar um vício. Mas como controlar os arrepios involuntários que passavam pelo meu corpo toda vez que você estava perto? Uma sensação de tranquilidade tomava conta de mim e minha vente se esvaziava em segundos.Você chega devagar como se não quisesse nada de mim, como se não fosse nada demais e me olha de uma forma como se pudesse enxergar o que tem aqui dentro. Não consigo tirar meus olhos dos seus e toco seu rosto só pra ter certeza que você está mesmo ali. A barba por fazer,o cabelo que eu passo a mão por várias vezes parando em sua nuca e o sorriso que você me dá são suficientes para que eu sorria igual boba alegre. Você se aproxima e encosta seus lábios nos meus. Senti tanta falta dessa sensação e tudo que eu quero é acelerar mais o ritmo. Quero sentir a intensidade do seu toque, a sensação gostosa que toma conta de mim. 



Estamos deitados um de frente pro outro, e em nenhum momento seus olhos desviam dos meus. Tento adivinhar o que está pensando mas não consigo. Seu olhar parece admirado por algo, enquanto eu me envergonho um pouco e sorrio mordendo o lábio. Sorrindo mais ainda você me pede para que eu sorria e morda o lábio de novo e de repente me dá um beijo inesperado com uma intensidade maior. Acaricia meu cabelo,colocando alguns fios atrás da minha orelha enquanto me pergunta se eu sei o quanto sou linda. Sinto meu coração aquecer enquanto coloco a mão na sua nuca e acaricio o cabelo fazendo com que você feche os olhos. Me puxa mais pra perto pela cintura como se nossos corpos fossem um só passeando com seu toque pela minha pele. Estou entrando em choque com o contato da sua pele com a minha. O toque é leve, cuidadoso e você me aninha no seu peito beijando minha testa devagar. Fecho os olhos sem saber direito o que estou sentindo mas tendo a certeza de que aquelas é uma das melhores sensações que senti. 

Sussurra bem devagar e pausadamente com uma voz que me faz querer perder o controle que lembra de mim quase todas as noite. Enrosca tua perna na minha para que eu não me mexa e nem vá embora. Não quero ir, não quero pensar mais nada. " Queria ficar aqui" eu digo em um sussurro fraco.  " Você já está aqui" responde ele. " Mas não queria ir embora" digo assimilando o cheiro e o calor da sua pele em mim. Procura minha mão e entrelaça os dedos nos meus enquanto diz mais alguma coisa " Pode até ir embora hoje, mas da minha vida não permitirei que vá". Palavras que saem da sua boca como uma doce melodia, que me fazem sorrir com mais vontade do que nunca e me sentir mais desejada do que nunca. Quero te proporcionar o máximo de sensações possíveis. Me abraça mais forte e não me importo se nem ao menos sei nomear o que é isso. Só sei que é algo que me faz dar sorrisos aleatórios toda vez que me lembro do modo como penetrava meus olhos ou como passava a mão no meu rosto.  Quero guardar todos esse momentos gostosos e incríveis proporcionados por ti dentro da memória. Quero a sensação que você me traz pra me tranquilizar nas horas que mais preciso. Quero poder me lembrar dessas coisas exatamente como lembro agora. 

PARA C.N

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Voando Sozinha | Cybelle Santos © Todos os direitos reservados.