Indicação de filme: Um porto seguro

Há pouco tempo atrás fiquei sabendo que mais um livro do Nicholas Sparks iria virar filme ( o que não é novidade). Quando vi já estavam liberando o Pôster oficial do filme e eu fiquei com aquela vontade de enorme de ver. Eis que essa semana consegui baixar o filme legendado. Vou começar confessando que minhas expectativas com relação a esse filme era muito baixas. Eu adoro as histórias do Nicholas, mas tinha medo de me decepcionar e isso me trazer frustração.



Mas conforme eu fui avançando não pude deixar de me encantar. E que filme apaixonante é esse? Primeiro que os atores tem uma química muito forte e convincente. O filme começa de uma forma ativa e te faz ficar imaginando o porque de a menina estar sendo perseguida pela polícia. E isso já traz um elo ao qual se prender durante o desenrolar do filme. E quanto ao Josh Duhamel? Ele é lindo e super talentoso, ficou super perfeito no papel. Geralmente não costumo chorar nos filmes mas chorei em quase todos do Nicholas, chorei em a última música, querido John, um amor para recordar e diário de uma paixão. E no final, não tinha nem como não segurar as lágrimas, o passado do qual ela fugia a encontrando, toda a dor que ela teve que passar, o incêndio, tudo isso junto traz um filme maravilhoso, cheio de romance tocante, e que faz seu coração apertar dentro do peito.Em alguns momentos lembrei de cenas dos filmes anteriores do Nicholas como a cena do caiaque e da chuva, cenas parecidas com O diário de uma paixão. O filme também fala sobre dar segundas chances pra si mesmo e sempre acreditar, não fugir das coisas e enfrentá-las buscando alguém que posso nos fazer melhor.Fora que o motivo dela ser perseguida pela polícia em teoria é completamente fora de se imaginar. Completamente lindo e deve ser com certeza assistido por todos os fãs de Nicholas e seus livros. Vale muito a pena. Estou ansiosa para ler o livro. Recomendado!




Quando uma misteriosa mulher chamada Katie (Julianne Hough) se muda para a pequena cidade de Southport, Carolina do Sul, seus novos vizinhos começam a levantar questões sobre seu passado. Bela e discreta, ela evita qualquer tipo de laço pessoal com os outros habitantes da região até que conhece o charmoso Alex (Josh Duhamel), um homem gentil, viúvo e pai de dois filhos, e a sincera Jo (Cobie Smulders), que se torna sua amiga. Katie começa a se interessar por Alex e se sente cada vez mais afeiçoada a ele e sua família. Ela acaba se apaixonando mas um segredo de seu passado a impede de ser plenamente feliz.


Comentários
5 Comentários

5 comentários:

  1. Eu queria muito ler o livro do filme! Adoro as histórias do Nicholas e essa parece ser outra que é muito boa. Eu também chorei em todos os filmes dos livros dele hahaha
    beeijos!
    rascunhosecaprichos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Sou louca pra ler o livro!!
    Nunca vi o filme, já foi lançado?
    Amo os livros dele também!
    beijos!

    http://pamlepletier.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Muito boa resenha quero assistir, depois comento oque achei do filme!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Não li nem assisti ao filme, mas sabe de uma coisa? Estou cansada do Nicholas. Tudo bem. Daqui a duzentos anos - pela minha imaginação - quando as pessoas estiverem estudando a literatura de agora, com certeza, quatro nomes estarão na lista: Tia Jo (preciso sonhar, haha), Dan Brown, Stephanie Meyer e Nicholas Sparks. Claro que eu não pararia para estudar, se fosse alguém do futuro, a Stephanie. E, talvez, nem o Nicholas. Mas os outros, sim. Não porque Tia Jo é a primeira escritora bilionária, ou porque o Dan Brown desafiou a Igreja, mas porque eles fazem o que os outros dois não conseguem: eles reinventam a literatura. Convenhamos, o Nicholas apenas segue uma fórmula. Isso, para mim - apesar de muito claramente agradar aos outro -, não é algo que me faça apreciar sua leitura. E sua escrita é extremamente pobre - caraca, chego a pensar que eu e você escrevemos MIL VEZES melhor que ele. Ele pode ser, sim, aclamado pela crítica e pelas senhoras que amam draminhas irritantes, mas sério que alguém pode achar, por exemplo, que ele é melhor que o John Green? Não acredito nisso. Eu simplesmente sinto vontade de pular da janela agora mesmo por cogitar isso. Aliás, soube que aqui no Brasil esse filme nem chegou a fazer sucesso. Aqui na minha cidade nem ficou duas semanas em cartaz.
    Não, eu não odeio o Nicholas, só acho que ele não é tão importante assim para a literatura. Nunca mais desejo perder o meu tempo lendo algum livro dele, é isso.
    Love, Nina.
    http://omundocoloridodanina.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi amore conhecendo seu blog achei super legal , me tornei sua seguidora convido há você conhecer o meu também
    http://raianelima18.blogspot.com.br/
    Beijos.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Voando Sozinha | Cybelle Santos © Todos os direitos reservados.