Alguém pode lidar com isso?

Peguei o ônibus. Sentei em algum lugar em que eu pudesse olhar pela janela. Horas se passaram desde que eu havia desligado meu celular, me desligado do mundo. Cansei de visitar as redes sociais, observar a vida de pessoas que nem ao menos conhecia. É como se fosse somente eu naquele momento, como não foi em nenhum momento que eu me lembre. Lembro de estar frio e de encostar minha cabeça na janela pra somente ser um par de olhos observando o que passava por mim, observando as pessoas. Capuz na cabeça, coração apertado e um monte de dúvidas que nunca cessam. Me perguntaram como eu me sentia hoje, e a verdade é que eu não sei responder. Assim como não sei responder se alguém me perguntar se sou feliz. Não me leve a mal, não quero ser ingrata e nem quero reclamar de tudo que tenho. Sei de tudo aquilo que falam, que sou privilegiada por ter saúde, por ouvir, falar, ver, andar e fazer tudo normalmente. Por ter comida, educação e todas as outras coisas que tive durante minha vida. Eu sei, eu sou grata. Mas isso não me tira o direito de estar assim, isso não faz o vazio sumir.


E eu quero tanto que ele suma. Estou me perdendo, e estou com medo. Amedrontada é a verdade. Estou tentando preencher isso com tudo que vejo pela frente, e sei que isso não é o certo. Sei que não é assim que isso vai passar, mas não sei mais como me sentir. Em quem confiar, com quem falar, o que pensar. As vezes queria andar sem rumo por ai, sem destino, sem lugar certo pra ir. Me deixar pensar, me deixar esquecer e deixar todas as lágrimas contidas saírem nem que pra isso passasse um bom tempo chorando. Eu claramente não sei. São poucos os momentos verdadeiros que consigo sorrir e dizer pra mim " Tudo vai melhorar". E olha, eu venho repetindo tanto e tanto essa frase, venho tentando ser positiva mas nem sei se isso funciona. Meus pensamentos mudam a cada hora. Me conheço, sei bem quem sou e sei que meu coração é bobo. É puro. É inocente. Eu sinto tudo isso cada vez que respiro e deixo as lágrimas caírem. Que raiva maldita desses contos de fadas, desse filmes românticos que me fizeram crer que eu encontraria alguém que me compreendesse. Que me amaria desse jeito. 

E se ninguém puder me entender, e se ninguém puder lidar comigo mesma? Estou cansada dessa questão que não se responde. Quero algo rápido e eficaz. Mas dizem que as melhores coisas acontecem quando não se está esperando e até posso concordar com isso. Mas o que fazer quando você precisa desesperadamente de um alguém pra correr? Alguém pra desabar e não julgar? Alguém pra te fazer sorrir e abraçar e repetir centenas de vezes que está com você? Estou tão cheia de sonhos e anseios que isso transborda por mim. Droga, eu estava transparecendo minhas fraquezas de novo. Estava sendo patética, sensível, emocional demais. E quem poderia lidar com isso? Quem ?

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Voando Sozinha | Cybelle Santos © Todos os direitos reservados.