Resenha de Livro: Beijos, Bolsas e Brigadeiros


Livro: Bolsas, Beijos e Brigadeiros
Autora: Fernanda França
Ano: 2014
Páginas: 304
Editora: Planeta
Nota: 4 de 5

Eu desejava ler esse livro tem um tempinho e ele chegou por meio de parceria com um blog literário pro qual eu faço só resenhas de livros. Livro nacional e uma capa super fofa como essa. Não tinha lido nada da Fernanda França ainda mas queria muito conhecer seu trabalho. Bolsas, Beijos e Brigadeiros na verdade, tem um livro anterior que se chama Malas, Memórias e Marshmallows. Apesar de ser uma continuação, consegui me situar na história desse livro em si mesmo sem ter lido o primeiro e isso já me deixou bem tranquila. Ler esse livro foi uma experiência bem diferente, já que a escrita da autora é bem descomplicada e leve além de o livro ser quase um guia turístico onde você viaja com a personagem conforme os acontecimentos vão rolando. Cada capítulo é dividido por uma cidade de um país, com curiosidades sobre ele. O que me encantou muito foi a ambientação dos locais colocada de modo muito bem desenvolvido pela autora que soube incluir isso na história. No livro, nos deparamos com a história de Melissa , uma jornalista de 23 anos que acabou de ser dispensada de um emprego, mas que por sorte conseguiu outro e ainda bem melhor. Escrever um tipo de guia turístico viajando por algumas cidades da Europa a mando da empresa, conhecer a cultura, os pontos mais bonitos e ainda conhecer coisas incríveis me diz ai quem é que não quer essa vida? Melissa nos guia por sua aventura, narrando detalhes primorosos de suas viagens e nos deixando com vontade de sair por ai, com uma mochila nas costas e explorar países desconhecidos e alheios pra poder contar um monte de histórias. Também na história temos como foco a vida amorosa da personagem que passa por dificuldades com seu amado Theodoro. 

Fiquei sabendo que no primeiro livro sabemos mais de como foi que os dois se conheceram, mas nada que te faça se perder se você começar por esse livro, já que a autora relembra alguns fatos sobre o casal e nos conta o que precisamos saber pra acompanhar a história a partir daquele ponto.  Melissa é cativante, atrapalhada, curiosa e cheia de vontade de conhecer e saber cada vez mais sobre as cidades diferentes em meio a sua viagem a jornalista entra em conflito e dúvidas do seu relacionamento com Theo, o amor de sua vida.  Desencontros, planejamentos inesperados, cartas, brigadeiros ( a parte favorita da Mel), beijos apaixonados e bolsas pra colecionar durante as viagens. No meio de tudo isso, temos uma narrativa leve e fofa, que conta com muita informação cultural e te deixa com uma imensa vontade de viajar pra conhecer sobre os lugares. Em certo ponto você consegue se identificar com Melissa, suas inseguranças com relação ao seu relacionamento enquanto explora cidades e tenta aproveitar tudo ao máximo. 

É muito legal observar a mesma sentindo as emoções e dúvidas que lhe cercam enquanto pensa no que vai acontecer com ela e Theo. Além do relacionamento da personagem, os pontos interessantes do livro são que não se trata apenas de um romance, mas sim de compartilhamento de informação cultural onde a mesma consegue passar muita coisa bacana sobre suas viagens. Um livro super divertido, leve que tem um romance gostoso com cara de clichê mas que é bem inserido dentro da história de uma garota que nos faz embarcar com ela em suas viagens, deixando aquele gostinho de aventura e conhecer lugares novos no ar. Recomendo a leitura para todos que querem algo cheio de informações culturais, escrita leve e um romance fofo. Adorei. Fernanda está de parabéns.




"A melhor parte da vida de uma pessoa é feita de boas lembranças."

"Foi com ela que percebi que amigos não precisam morar perto. Amigos simplesmente precisam ser amigos, gostar sem interesse, gostar pelo simples fato de querer bem. " (p. 128)

" É o livre-arbítrio, Mel. Você pode escolher o seu caminho. Mas o melhor caminho sempre te escolhe." (p. 22)

"Se uma história é mal-acabada, ela assombra, volta e meia retorna como um pesadelo e vc se pega pensando em respostas que daria à pessoa, briga mentalmente com ela, como se ela pudesse ouvir o que a sua mente fértil pensa. Você imagina situações em que você despeja todas as verdades na cara dela nos lugares mais inusitados e com plateia ainda por cima. Quando uma historia não acabou de verdade, você sempre será perseguida por ela." página 186




Melissa é uma jovem e impetuosa jornalista, que vive de escrever suas deliciosas aventuras por belas e curiosas cidades do mundo. Em uma nova fase de sua vida profissional, ela viaja á Europa em busca de cenários para as suas matérias e também de suas raízes italianas. Em meio a essa instigante jornada, além dos percalços comuns a uma mochileira no Velho Mundo, Melissa precisa lidar com a distância de seus familiares queridos, principalmente de sua mãe - grávida de um filho temporão -, e os misteriosos sumiços de seu namorado, Théo. O que será que ele esconde? Por que desaparece sem deixar rastros e reaparece como se nada tivesse acontecido? É o que o leitor irá descobrir ao ler este saboroso romance misto de guia turístico da Europa.



0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Voando Sozinha | Cybelle Santos © Todos os direitos reservados.