Resenha de Livro: Não se apega, não

Título: Não se apega não
Autora: Isabela Freitas
Editora: Intrínseca
Ano: 2014
Páginas: 256




Pra mim é super complicado começar essa resenha pois esse livro em si foi um dos que mais me identifiquei em poucos que li. Já acompanhava o trabalho da Isabela pelo blog e seus textos. Quando a editora anunciou que o livro ia ser publicado eu praticamente surtei. Sabia que precisava te-lo na minha coleção. Apesar de estar categorizado no estilo de auto-ajuda, o livro em si não pega muito pra esse lado já que tem uma história contínua do qual se pode tirar grandes lições ( que acho que é o objetivo do livro). A obra na verdade é mistura de ficção com muita realidade o que faz com que o leitora (a) do outro lado se identifique com muita coisa e também agrade muito. O bom- humor da personagem que tem o mesmo nome da autora é cativante, e muitas vezes me peguei rindo sozinha e pensando " nossa, quantas vezes já pensei ou fiz isso?". Acredito que essa auto- identificação tenha sido o ponto chave pro sucesso do livro que se tornou best-seller vendendo em torno de 50 mil exemplares. Apesar de ter uma história contínua em que temos uma personagem vivenciando situações cotidianas, e momentos que todos passamos cada capítulo é marcado por uma frase, e do ladinho dele um tweet famoso da Isabela ( Freitas) sem contar as 20 regras do desapego que vem bem no começo do livro e já criam uma super identificação.



Muita gente, devido a personagem ter o mesmo nome da autora, se perguntou se a autora se baseou em sua vida pra escrever o livro. Em vídeos, Isabela já explicou que não, que algumas situações cotidianas sim, mas que o livro não é autobiográfico. A leitura flui muito fácil já que a Isa tem uma escrita desprendida e cativante que te faz devorar as folhas e amar várias situações descritas ali. Nunca me vi tão bem descrita como nesse livro. Fiquei com vontade de marcar várias frases e compartilhar. O amadurecimento da personagem também é muito agradável de se ler e seus pensamentos confusos também. Minha intuição já diz com quem ela vai ficar no segundo livro ( vai ter continuação desse). 



Resumo total? O livro é incrível. Não tive dificuldade nenhuma para le-lo e também não encontrei nada que impedisse a leitura. Acho que por ter me identificado tanto a leitura flui muito melhor do que deveria ou não. Se você não comprou o livro porque acha que é de auto-ajuda não julgue antes de conhecer. O livro contém ensinamentos sim, mas dosa de uma história realística com pitadas de humor, confusão , romance e claro apegos amorosos. Pra terminar eu super recomendo esse livro pra todos que se sentem confusos, perdidos, e até desacreditados do amor. A história da personagem vai te inspirar muito. Super recomendado e meus parabéns pra Isabela que é uma das autoras que mais admiro no momento. 


Minhas regras favoritas do Desapego

2 Fingir que sou insensível e que não me importo não funciona. Eu me importo sim. E eu choro também. E que se dane o que as pessoas pensam disso.


3 Não adianta tentar segurar as pessoas na nossa vida. Se elas precisam ir, deixe que vão. O que for de verdade, volta. Se você vai querer de volta, bem, isso a gente não tem como saber né?



10 Desistir do outro não é fracassar. É ter a consciência de que algumas pessoas simplesmente não valem seu esforço. Se não há reciprocidade não é amor.  É insistência.



14 O mundo gira. Nenhuma tristeza é tão eterna que não deixe um espacinho pra felicidade.



19 É preciso acreditar nas pessoas, mesmo quando nem elas mesmas acreditam.









Comentários
1 Comentários

1 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Voando Sozinha | Cybelle Santos © Todos os direitos reservados.