O que eu não fiz quando você precisou

Eu sei que não tenho tido muito tempo. Nem muito nem pouco. Tempo nenhum. Não tenho tempo de conversar contigo. De saber de você. De vibrar por suas notícias boas que você se empolga tanto em me contar. De sentir o seu cheiro ou de saborear seus lábios. De te dizer que você é linda e eu não quero te longe. A culpa é minha, só minha. Sou um idiota. Um babaca da pior espécie. Eu admito isso. Você já me chamou disso. Já brigou tanto por mim. Já aturou tanta merda e mesmo assim continuou aqui. Nem eu acreditei muitas vezes. Já era pra você ter me dado um chuto longe. Certas coisas eu fiz com essa inteção. Certas coisas eu fiz por merecer. Mas você não se afastou. Você insistia em estar ao meu lado. Mesmo sendo como amiga. Mesmo sendo algo que nem sabiamos nomear. 

E eu não entendia. Eu só pensei em mim. Não queria me comprometer e não me importava o que você me fazia sentir. Se eu precisasse te afastar pra isso, eu faria. Sem pensar nas consequência, sem pensar se isso te machucaria. E eu achei que estava fazendo isso do melhor jeito. Eu deveria ter arranjado 15 minutos pra te ver. Devia ter vindo naquele seu aniversário que você ficou me esperando e te dado um abraço pra dizer que você era importante em algo pra mim. Deveria ter tirado mais 10 minutos pra te entregar aquele coelho bobo e estúpido de pelúcia que eu comprei na Páscoa pra te entregar. Até hoje ele está lá na minha casa esperando algum momento que eu nem sei qual é nem sei se vai chegar pra te entregar. Eu sei, eu sei que você merece o melhor. Depois de saber o quanto você sofreu. Depois de saber o quanto você era o frágil eu não podia te magoar. 
Eu não podia te fazer sofrer se eu não podia te dar o que você precisava o que você queria. Mas, eu não conseguia me afastar completamente de ti. Nem eu mesmo entendia.  Eu só conseguia dar as mesmas desculpas, culpar a falta de tempo e dizer que tudo dependia disso quando no fundo eu sabia qual era a verdade. Não posso te deixar dançar no ritmo de um coração partido. Não posso fazer isso contigo, não posso te deixar sozinho quando você me diz que precisava de um abraço meu e eu finjo que aquilo não é nada demais.  Eu cometi mais erros do que posso contar. Te vi chorar, te vi desmoronar por mim, te vi desabafar e tentar consertar algo que eu nem tentava consertar. 

Eu fui babaca o suficiente pra te deixar derramar lágrimas por coisas que fiz vezes o suficiente pra que qualquer pessoa me desse um chute. Você merecia melhor, você merece o melhor. E eu não sabia se poderia ser isso tudo pra ti. Eu não sabia se poderia te dar tudo que você precisava. Eu te afastei e agora que percebi tudo isso não sei se posso te explicar tudo. Não sei se posso dizer que quero mais uma chance. Você me deu tantas e agora só queria te abraçar, beijar sua testa e segurar sua mão. O que eu não fiz quando você precisou.O que eu deveria ter feito.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Voando Sozinha | Cybelle Santos © Todos os direitos reservados.