Eu precisava de você

Está tão frio agora. A chuva lá fora só fica mais forte enquanto ouço seu barulhodo quarto. Me sinto sozinha. Odeio me sentir desse jeito. Me sentindo sozinha bate aquela necessidade de ter alguém do lado. E ai se você pensa muito nisso acaba recorrendo a quem menos se devia recorrer. É o que eu faço. Recorro a você. De novo. De novo. De novo? Qual meu problema? Eu também não sei a resposta pra essa pergunta. Melhorei muito com relação a tudo que tinha ver com você. Já não choro tanto como chorava. Já não me deixo afetar tanto como deixava. Mas não posso deixar de admitir que você ainda causa um frenesi no meu coração. Poxa, eu já deveria ter desencanado. Eu já deveria ter deixado você do lado. Ainda me sinto enfraquecer quando você fala comigo. De um jeito estranho e absurdo que nem eu acredito. Eu repito mais uma vez que preciso te deixar pra trás mas quando resolvo te deixar e me iludo que estou conseguindo uma mensagem com seu " bom dia" surge no meu celular.
Digo que não vou responder e continuo. Mas ai em algum momento bate a saudade e eu respondo. E volto ao ponto que estava. 
Não, eu não sou idiota. Não, eu não gosto de sofrer. É mais complicado que posso dizer agora. No fundo, estou desejando ardentemente para que você enxergue logo o que tem dentro de mim. E não é nada complicado. Não é nada assustador. Se você fizesse um pouco de esforço saberia disso. Estou precisando de um tipo de forte pra me apoiar. Só queria que você pudesse acalmar um pouco do meu mundo. Só queria que você abaixasse o som alto que me incomoda toda vez que eu me sinto sufocada. Só responda essas perguntas e me diga se é tão difícil assim. Você ficaria do meu lado se eu sofresse? Ficaria do meu lado se eu precisasse de você? Me acalmaria e me faria enxergar que eu estava sendo boba e precipitada? Isso pode soar forte mas não nem um pouco complicado. Só basta se importar comigo. Só basta mostrar que eu não sou mais alguém nessa vida. Vida essa que as pessoas passam sem importância. Vida essa em que as pessoas não se preocupam umas com as outras.

Quero acreditar que você pode ser o tipo de pessoa que eu posso contar. Mas quantas vezes eu precisei e você não esteve lá? Quantas vezes eu quis seu abraço e tive que abraçar a mim mesma? Não foi fácil. E apesar de ter aprendido a escolher o que me afeta agora, não posso deixar de dizer que queria tanto que você visse algo diferente em mim. Eu só queria um toque de mão, um beijo na testa, um obro amigo. Um abraço apertado, um olhar compreensivo. Não precisava me namorar, só precisava me fazer ver que eu não sou uma pessoinha insignificante na sua vida. Só precisava dizer que estava aqui. Que eu podia contar com você.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Voando Sozinha | Cybelle Santos © Todos os direitos reservados.